Base aliada não quer discussão dos R$ 73 mi na Câmara

Natália Raposo

Ivaldo rechaça explicações de Castelo na Câmara

Estava previsto para a manhã de hoje (21) que a Câmara de São Luís solicitasse explicações do prefeito João Castelo (PDT) sobre a destinação dos R$ 73,5 milhões, referentes a um convênio assinado com o Governo do Estado, mas isto não ocorreu, pois não houve sessão ordinária na Câmara, por falta de quórum.

Segundo o vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), a base aliada ao governo do prefeito João Castelo (PSDB) considera a nota divulgada pela Prefeitura de São Luís satisfatória. “Não há movimentação formal sobre esse assunto aqui na Câmara. A base aliada considera a nota suficiente”, afirmou.

Entenda o caso

Em 2009, o entã governador Jackson Lago assinou convênios que somavam cerca de R$ 350 milhões. Alguns contratos desses foram anulados naquele ano pelo juiz Megbel Abdalla, da 4ª Vara da Fazenda Pública, resultando na devolução de cerca de R$ 250 milhões aos cofres públicos.

Um desses convênios foi firmado com o prefeito João Castelo, destinando R$ 73,5 milhões à Prefeitura de São Luís. O contrato foi anulado ainda em 2009, mas o valor não foi devolvido aos cofres públicos, nem teve o seu destino divulgado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *