Caso Brandão se licencie, Paulo Velten assume o governo

Em São Paulo desde ontem para realizar uma cirurgia, o governador Carlos Brandão anunciou em suas redes sociais que está fazendo exames pré-cirúrgicos e que ainda aguarda a data para realizar uma cirurgia de retirada de um cisto nos rins.

“Quero agradecer a todos pelas mensagens e ligações animadoras! Estou fazendo exames pré-cirúrgicos. Enquanto a data da cirurgia está sendo planejada: vida que segue. Participo de compromissos e reuniões com as ferramentas disponíveis. Vamos em frente!”, comentou o governador em suas redes sociais.

Brandão só é obrigado a se afastar oficialmente do governo se ficar fora por mais de 15 dias. Mas por qualquer período que se afaste ele pode pedir licença. Aliás, é o mais correto a fazer para não deixar o governo acéfalo.

Caso Brandão peça licença para cuidar de sua saúde, o primeiro da linha sucessória é o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto. Como Othelino ficaria inelegível para o cargo de deputado estadual se assumir o governo, ele também se afasta para não assumir. Assim, o segundo na linha sucessória assume, que é o presidente do Tribunal de Justiça, Paulo Velten.

Othelino reúne 19 deputados com Flávio Dino; veja quem esteve presente

Na noite desta segunda-feira, 9, ocorreu uma reunião promovida pelo presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto, para melhorar os ânimos entre os deputados estaduais e o pré-candidato a senador Flávio Dino. Como a relação de Dino com o parlamento é conflituosa, o presidente da Casa teve que entrar em cena para tentar resolver a situação.

Estão participando da reunião Ana do Gás, Socorro Waquim, Adelmo Soares, Helena Duailibe, Arnaldo Melo, Ricardo Rios, Wendel Lages, Adriano Sarney, Jota Pinto, Paulo Neto, Antônio Pereira, Zé Inácio, Rildo Amaral, Duarte Jr, Roberto Costa, Rafael (ex-Leitoa), Fábo Braga, Carlinhos Florêncio e Yglésio.

Além dos deputados estaduais, participam os federais Rubens Júnior, Zé Carlos, Márcio Jerry e André Fufuca. O governador Carlos Brandão também está presente.

É a primeira ação importante de Othelino como coordenador da pré-campanha de Flávio Dino ao senado. É uma espécie de reação ao lançamento do senador Roberto Rocha como pré-candidato único da oposição ao senado.

Braide entrega quadra poliesportiva no São Jerônimo e Praça na Santa Bárbara

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, fez duas importantes entregas neste sábado (30). Na Santa Bárbara, a requalificação da Praça localizada na Rua Principal do bairro.

A nova Praça do Santa Bárbara agora conta com coreto, iluminação em LED, bancos e mesas para que os moradores possam conversar, organizar jogos e outras atividades. Também foram organizados os canteiros e as árvores do espaço foram podadas. Foram instalados equipamentos para a prática de atividades físicas e lixeiras para que os moradores mantenham o espaço sempre limpo e conservado.

Braide também realizou a entrega da nova quadra poliesportiva do Residencial São Jerônimo, na Zona Rural, totalmente reformada, atendendo a mais uma demanda da população.

A quadra estava sem condições de uso pelos moradores do residencial. O piso tinha buracos e, quando chovia, a água se acumulava, dificultando a prática de esportes. A iluminação também estava com problemas e no entorno o mato crescia desordenadamente com a falta de serviços de manutenção. Agora esta realidade ficou no passado.

A quadra poliesportiva passou por serviços de recuperação do piso de concreto, que também recebeu nova pintura. Foram instaladas traves para a prática de futebol e também serão instaladas nos próximos dias as traves para partidas de vôlei. A mureta de proteção recebeu reforço estrutural, iluminação ficou mais eficiente com a implantação de lâmpadas de LED. O trabalho foi feito pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp). O Comitê Gestor de Limpeza Urbana (CGLU) executou a roçagem e capina do entorno, pintura de meio-fio e demais serviços de limpeza.

Até na pesquisa Escutec/Palácio, Weverton e Brandão estão colados

O cenário eleitoral segue o caminho que vinha sendo desenhado desde o final de janeiro: uma subida de Carlos Brandao com a violência da força da máquina e estabilidade de Weverton Rocha para polarizar a disputa. E mesmo na pesquisa do instituto mais amigo do Palácio dos Leões, o cenário é o mesmo.

O Escutec, ligado ao sistema Mirante, que hoje é abarrotado de dinheiro de verba pública da secretaria comunicação do estado, realizou pesquisa de intenção de votos. O instituto entrevistou 2 mil pessoas em 73 municípios nos dias 26 a 30 de abril. Com margem de erro de 2,19% para mais ou para menos e com grau de confiança de 95%.

Segundo o levantamento mais importante, que é o cenário sem Roberto Rocha (o senador irá declarar nesta segunda-feira que vai disputar a reeleição para o senado), Brandão tem 26% contra 23% de Weverton. Edivaldo Júnior com 15% e Lahesio Bonfim com 14%. Simplício Araújo aparece com 3%.

Apesar da estranheza de ser Edivaldo aparecer à frente de Lahesio, é estranho que os votos de Roberto se diluam praticamente entre todos os candidatos, inclusive o governador. Na prática, parece certo que o eleitor de Roberto não vota no candidato de Flávio Dino. Isso implicaria que o eleitor ainda tem pouco conhecimento de quem é quem no jogo. Muitos ainda sequer parecem compreender que Brandão é o candidato de Dino, o que indica ainda mais perda quando a campanha começar.

Rejeição

No quesito rejeição, o deputado Josimar de Maranhãozinho é o que tem a maior rejeição: 24%. O senador Roberto Rocha vem em seguida com 21% e Weverton com 15%. Carlos Brandão tem 13% de rejeição e Edivaldo Júnior, 11%.

Maranhãozinho já confidenciou a apoiadores que não será candidato a governador. SUa posição também será importante no cenário.

Weverton comemora mais de 1000 exames realizados pela Carreta da Mulher

Os atendimentos realizados pelas Carretas do Hospital de Amor de Imperatriz seguem a pleno vapor. Da última semana de março até o dia 19 de Abril mais de 1000 exames como, por exemplo, papanicolau e mamografia, já foram realizados. Neste período, as carretas estiveram nos municípios de Balsas, Alto Parnaíba, Tasso Fragoso, Loreto, Sambaíba, São Raimundo das Mangabeiras, Barra dos Corda e Fernando Falção. A Carreta da Mulher faz parte da estrutura do Hospital de Amor de Imperatriz. Inaugurado em outubro de 2021, o Hospital de Amor, construído mediante verba destinada pelo senador Weverton(PDT), está em pleno funcionamento. A unidade dispõe de duas carretas para atendimento nos municípios da região e subsequente encaminhamento para o hospital, caso haja necessidade. A solicitação para a carreta percorrer estes municípios, prestando atendimento às mulheres, foi do deputado estadual Márcio Honaiser(PDT).

“A Carreta da Mulher é um instrumento de fundamental importância para a saúde das mulheres. Quero aqui agredecer ao senador Weverton pela sensibilidade em trazer para a região Sul do estado, tanto o Hospital de Amor, quanto estas carretas. Aproveito para fazer um apelo: Quando a carreta chegar ao seu municipio vá até o local e faça os exames”, disse Márcio Honaiser.

“O câncer é uma doença grave e silenciosa e quanto antes for detectado, maior as chances de cura. Por isso, ficamos felizes em propiciar atendimento às mulheres. Lembramos aqui também a importância de realizar os exames periódicos. Esta é uma bandeira nossa: levar atendimento de qualidade para a nossa população”, afirmou o senador.

Nesta semana, as carretas vão estar nos municípios de Formosa da Serra Negra(26), São Raimundo das Mangabeiras(27), São Pedro dos Crentes(28) , Jenipapo dos Vieiras(26 e 27) e Itaipava do Grajaú(28). A Carreta oferece exames de papanicolau para mulheres na faixa dos 25 aos 64 anos e mamografia para mulheres entre 50 a 69 anos. Para realizar os exames é preciso levar os seguintes documentos acompanhados de xerox: RG,CPF, comprovante de residência, e cartaão do SUS. Meninas menores de 18, que já tiverem iniciado a vida sexual, e quiserem fazer o exame de papanicolau deverão estar acompanhadas de responsável. Caso a paciente esteja dentro da idade prevista para fazer ambos exames, precisa ter duas xerox de cada documento mencionado (RG,CPF, comprovante de residência e cartão do SUS).

Paulino Neves sediará programa Assembleia em Ação nesta sexta-feira

O município de Paulino Neves, na região dos Pequenos Lençóis Maranhenses, sediará a sétima edição do programa ‘Assembleia em Ação’, nesta sexta-feira (29), das 8h às 12h, no auditório da Prefeitura. O evento abre o ciclo de encontros de 2022 sob a condução do presidente do Parlamento Estadual, deputado Othelino Neto (PCdoB).

Representantes de mais de 20 municípios da Região dos Lençóis Maranhenses serão convidados para esta nova edição do programa.

Segundo Othelino Neto, o programa itinerante da Alema já se consolidou como um importante instrumento para o intercâmbio de conhecimento e troca de experiências entre a Assembleia e os legislativos municipais, bem como a classe política dos locais por onde passa.

“Gostamos muito de realizar esta ação, pois aproxima os deputados da classe política e da população, além de dar oportunidade para que nos sejam apresentadas as demandas das regiões que a caravana visita. Nesta primeira edição do ano, tenho certeza de que teremos uma participação expressiva e muita troca de experiências”, disse Othelino.

A programação terá início com a saudação de abertura do chefe do Legislativo maranhense e dos deputados estaduais presentes, seguida da palestra ‘Processo Legislativo’, ministrada pelo consultor legislativo constitucional da Casa, Anderson Rocha, e pelo diretor-geral da Mesa Diretora, Bráulio Martins.

Logo após, o diretor de Administração da Alema, Antino Noleto, proferirá a palestra ‘Inovações do Direito Eleitoral’. No encerramento, com a etapa de audiência pública, os participantes poderão fazer perguntas, tirar dúvidas e apresentar suas demandas aos parlamentares.

Edições

Instituído pela Resolução Legislativa 953/19, de autoria da Mesa Diretora, o programa ‘Assembleia em Ação’ visa promover a troca de experiências entre o Legislativo Estadual e as Câmaras de Vereadores.

Já foram realizadas edições do evento nos municípios de Balsas, Timon, Trizidela do Vale, Imperatriz, Santa Inês e Carolina, contando com expressiva participação de parlamentares e de lideranças políticas e comunitárias das regiões envolvidas.

Acusado no caso da morte de Décio Sá morre após infarto

José Miranda, de 82 anos, morreu na noite desta segunda-feira (18) após sofrer um infarto. Ele já lutava contra um câncer de pulmão.

José de Alencar Miranda Carvalho, e o filho Gláucio Alencar, são acusados de serem mandantes da morte do jornalista Décio Sá, ocorrida em 2012.

Miranda e o filho foram apontados pela investigação como principais mandantes da morte do jornalista por estarem incomodados com reportagens sobre agiotagem.

Queiroga anuncia fim do estado de emergência em virtude da Covid-19 no Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fez um pronunciamento, em cadeia nacional de rádio e TV, de cerca de três minutos na noite deste domingo (17), para anunciar que está sendo encerrado o estado de emergência em saúde pública em função da covid-19.

Queiroga disse que nos próximos dias será editado um ato normativo com as regras para a medida. Desde o seu início, a pandemia de Covid-19 causou oficialmente a morte de mais de 660 mil brasileiros.

No pronunciamento, o ministro destacou que mais de 73% da população brasileira completou o esquema vacinal e mais de 71 milhões de doses de reforço foram aplicadas.

Com o fim do estado de emergência, somente no Ministério da Saúde, 170 regras podem ser impactadas com o fim da emergência sanitária.

Entre elas está a autorização de uso emergencial de vacinas e remédios.Pessoas que têm trabalhado no assunto dizem que estudam um meio de não prejudicar o uso da Coronavac, que tem autorização emergencial.

No último dia 13 de abril, a Organização Mundial da Saúde determinou que a pandemia de Covid-19 continua a ser uma “Emergência de Saúde Pública de Importânca Internacional”. A decisão da OMS seguiu o parecer do comitê de emergências da entidade, que reconheceu que o Sars-Cov-2, vírus causador da Covid, continua a ter uma evolução “imprevisível, agravada pela sua ampla circulação e intensa transmissão”.

Roberto Rocha vira alvo da PF em investigação sobre desvio de emendas

Segundo reportagem da Folha de São Paulo, o senador Roberto Rocha seria um dos que estão sob suspeita de envolvimento no desvio de verbas de emendas parlamentares no Maranhão. O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, incluiu o senador maranhense entre os investigados.

O ministro se baseou em manifestação da Procuradoria-Geral da República, que defendeu a apuração após analisar informações encontradas com o grupo suspeito de operar o esquema e recuperadas pela Polícia Federal.

Os investigadores analisaram trocas de mensagem via WhatsApp. Nos diálogos, um dos suspeitos enviou tabelas e anotações com valores, nomes de pessoas e de municípios maranhenses. Um dos nomes que apareceram no material foi o do corregedor do Senado.

No mês passado, fruto desse inquérito, a PF realizou uma operação de busca e apreensão que mirou apenas três deputados federais do PL, partido do presidente Jair Bolsonaro, incluindo Josimar Maranhãozinho, flagrado contando maços de dinheiro.

Por meio da assessoria de imprensa, Rocha afirmou à Folha que desconhece a investigação e que não foi procurado pela polícia decerto por ela ter concluído pelo seu não envolvimento. A polícia não se manifestou sobre a situação do senador.

De acordo com relatório de análise de material apreendido, o conhecido agiota do Maranhão, Pacovan, enviou quatro imagens a Antônio José Silva Rocha, conhecido como Rocha Filho, em agosto de 2020. Os dois são investigados. Rocha Filho foi candidato a deputado federal pelo PSDB de Roberto Rocha em 2018.

Na tabela apreendida, valores que somam R$ 980 mil e uma única data (4/11/2019) em todas as situações. Há outros valores escritos à mão. De acordo com os policiais, são referências a municípios maranhenses.

Outra imagem trocada é a foto de um papel com “Rocha” na parte superior, seguido dos valores “R$ 32.000,00”, ao lado de “Milagre”, e “R$ 55.000,00”, relacionado a “Barreirinhas”. São anotações manuscritas. A PF suspeita se tratar de um acerto de contas do grupo.

Segundo a PGR, as dívidas com Pacovan seriam quitadas por meio de recursos públicos repassados a municípios maranhenses, entre os quais Milagres do Maranhão e Barreirinhas, com a possível participação do senador Roberto Rocha.

O possível desvio dos recursos nos municípios ocorreu em 2019 “com a suposta negociação de compra de emendas parlamentares destinadas a municípios maranhenses”, segundo a PGR.

O senador Roberto Rocha emitiu nota sobre o caso:

Fui surpreendido com a inclusão do meu nome em inquérito sobre desvio de emendas parlamentares, segundo matéria publicada neste domingo, 17 de abril, no Jornal Folha de São Paulo. Afirmo que os atos apurados não dizem respeito à minha atuação parlamentar.

Trata-se de ilações a partir de anotações feitas à mão, à margem de planilhas onde consta simplesmente o sobrenome Rocha. Por conta disso alguém afirmou acreditar serem dívidas entre duas pessoas “com a possível participação do senador Roberto Rocha”.

Nada mais vago e impreciso que tal afirmação, sem qualquer fundamento em fatos.

Informo ainda que não tive jamais conhecimento oficialmente sobre o fato, tampouco fui procurado para qualquer esclarecimento. Se apurassem minuciosamente veriam que não tenho rigorosamente nenhum envolvimento com o fato investigado.

Aguardo sereno que o desfecho das apurações constate o que todo o Maranhão sabe sobre a retidão da minha vida como político e cidadão.

Roberto Rocha

Ministério Público irá questionar “Super São João” do governo do estado?

Após os precedentes perigosos abertos pelo cancelamento de dois eventos em cidades do Maranhão por ações do Ministério Público acatadas pela justiça, é importante questionar se passaremos a ter essa regra: o poder público não pode mais  contratar atrações artísticas.

Causou polêmica o cancelamento dos shows de Wesley Safadão em Vitória do Mearim e Xand Avião em Bacabal para comemorar os aniversários das respectivas cidades. Existem argumentos válidos para que se faça ou não este tipo de evento com recurso público. Se por um lado, as cidades têm muitos problemas de estrutura e seria incoerente um gasto grande com atrações artísticas caras de nível nacional, de outro, são momentos que movimentam a economia da cidade, trazem turismo pontual e dinheiro circulando que beneficia a população.

Mesmo sendo uma questão polêmica, é uma decisão político-administrativa. O campo certo para este debate é a Câmara Municipal de cada município e nos debates com a classe artística e os representantes da sociedade civil. Não ferindo nenhum princípio da gestão pública, feita a contratação dentro do que rege a Lei de Licitações, parece um exagero a intervenção do Ministério Público e da justiça.

Mas já que o Ministério Público adota agora o entendimento de que o poder público não pode contratar artistas porque deve gastar o dinheiro com melhoria da infraestrutura, saúde, educação, etc, tem que manter a mesma régua.

O governo do Maranhão anunciou que fará um Super São João para compensar os dois anos sem a festividade em função da pandemia. A festa será durante todo o mês de junho e mais duas semanas de julho.

Existem vários problemas no Maranhão ainda a serem equacionados com relação à estrutura da malha viária, ligações entre cidades, escolas e, recentemente, foi divulgado que o governo deu calote no pagamento do empréstimo do Bank of América, o que trará consequências graves para o estado.

Já que a métrica é esta, o Maranhão poderia utilizar o dinheiro do São João para investir na solução destes problemas ou amortizar a dívida.

O governo do Maranhão já contratou desde 2015 vários artistas nacionais para nossas festas populares, como Zeca Baleiro, Dudu Nobre e Duda Beat (carnaval), Alceu Valença, Elba Ramalho, Fagner e Geraldo Azevedo (São João).

Certamente, irá contratar artistas de peso também para dar mais relevância a seu Super São João, sem falar nos cachês altos para as brincadeiras maiores, como o Bicho Terra, que deverá levar uma fatia grande do bolo para agradar Fernando Sarney.

Vamos ficar de olho na transparência e nos valores do Super São João do governo e no olhar apurado do Ministério Público para questionar juridicamente esses gastos como faz com os aniversários dos municípios.