Forte operação policial nas ruas da região metropolitana de São Luís

Após a onda de violência na noite de quinta e manhã desta sexta-feira (25) as forças de segurança contra-atacaram de forma intensa já pela manhã e a operação se intensificou muito à noite. Os policiais estão em diversos bairros das cidades que compõem a região, realizando abordagens a pessoas, veículos e estabelecimentos comerciais.

O secretário de segurança afirmou que a operação “vai continuar sem prazo de interrupção, com uma diferença: todos os chefes do sistema de Segurança estão nas ruas para amanhecer o dia em operação policial”. Ele mesmo foi visto por usuários em uma abordagem no terminal de integração do São Cristovão.

Secretário Jefferson Portela na rua.

Na série de operações, está a Saturação, que consiste em mobilizar policiais na abordagem a pessoas – nos coletivos e veículos em geral; montagem de barreiras policiais; fiscalização de trânsito; e monitoramento ostensivo em pontos estratégicos mapeados como áreas de risco.

“A Saturação atua para conter, desmobilizar e prevenir o crime”, reforça o coronel Alexandre Santos. Outra operação, a Cerco Total, destaca policiais em diversos pontos da Grande Ilha, com uso do rádio patrulhamento. São alvo bairros mapeados pela estatística onde há maior incidência de criminalidade. Os policiais realizam blitzen de trânsito, abordagens e fiscalização de veículos, bem como busca de armas, drogas e foragidos de Justiça. O policiamento atua motorizado e a pé.

Prefeito que se considera maior bolsonarista do Maranhão tem apoio do PT para reeleição

Quem te viu e quem te vê. O prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahesio Rodrigues do Bonfim, que tanto critica o governo Flávio Dino, o ex-presidente Lula e se considera o grande bolsonarista do Maranhão, já que o seu município foi um dos três únicos no estado onde Bolsonaro venceu a eleição de 2018, queimou a língua na hora de formar sua chapa para reeleição.

Eleito em 2016 pelo PSDB, migrou para o PSL e se lança à reeleição agora apoiado pelo PT.

O próprio Bolsonaro fez afago a Lahesio afirmando que colocaria uma agência do Banco do Brasil na cidade em homenagem à vitória – promessa nunca cumprida.

Quando se filiou ao PSL, lahseio chegou a tirar uma foto com Bolsonaro e dizer que poderia ser candidato a governador com o apoio do presidente.

Mas a conveniência política, mostrou que a ideologia vai só até a página 2.

Dos microfones para as urnas: jornalistas e radialistas buscam vagas na Câmara de São Luís

Além do candidato a prefeito Jeisael Marx (Rede), outros comunicadores do rádio, televisão e jornal disputam vagas na Câmara Municipal de São Luís. Jornalistas e radialistas, que geralmente ganham muita visibilidade em suas atividades, costumam beliscar vagas no parlamento de São Luís. Na última eleição, o radialista Marcial Lima, da TV Mirante, foi eleito.

Natanael Júnior (Cidadania) é um dos favoritos da imprensa a conquistar uma vaga na Câmara Municipal. Isto porque, além de ser apresentador do programa Os Analistas, da TV Guará, ele é presidente do Moto Club e tem muita força entre a torcida do Papão, tendo se destacado pela reestruturação e transparência das finanças do rubro-negro. O Moto fez um grande campeonato maranhense e faz a final com o Sampaio Corrêa neste sábado (25).

Outro postulante de vaga no parlamento é o radialita Juarez Souza (DC). O radialista é forte no segmento da cultura popular, onde atua não só nos microfones das rádios onde trabalha, mas diretamente nas manifestações culturais da cidade e na interlocução do segmento com o poder público. Pode surpreender na disputa em uma chapa equilibrada como é a do DC.

Silvenir Campos (PDT), mais conhecido do povão como Laska Campos, busca mais uma vez uma vaga no parlamento municipal. O pedetista fez muito sucesso com seu programa irreverente nas duas principais rádios FM do Maranhão (Mais FM e Difusora FM). Atualmente está na Rádio Guará. Laska sempre tem tido boas votações nas suas candidaturas e espera agora conquistar a vaga. Embora, agora seja mais difícil para Laska, porque mesmo se dobrar a sua média de votação, não deve ficar com a vaga, já que a concorrência interna é muito pesada. O PDT tem cinco vereadores de mandato, além dos poderosos Fábio Câmara e Canindé Barros.

O radialista Mário Carvalho, que foi por muitos anos da rádio Mirante e recentemente apresentava o próprio programa institucional da Câmara de Vereadores de São Luís, tenta também uma vaga no parlamento. Mário vai disputar a eleição pelo Avante. Aliás, Mário conhece bem o parlamento, pois é um dos que mais atuantes na cobertura do plenário Simão Estácio da Silveira.

O jornalista Samartony Martins é candidato pelo PTB. Samartony é editor do jornal O Imparcial, produtor da TV Assembleia do Maranhão e produtor cultural. Aliás, é outro candidato forte no setor cultural, onde atua há muitos anos na cobertura jornalística, apoiando as causas do setor.

Nome forte do segmento do reggae, Ademar Danilo (PCdoB) apresenta programas no rádio e televisão do segmento musicial que é marca de São Luís há mais de 20 anos. Ele também é diretor e curador do museu do reggae. Ademar terá a mesma dificuldade de Campos: forte concorrência interna.

Outro postulante do segmento do reggae é Cezinha do Egito. Ele atuou muito tempo em programas do segmento, mas está fora dos microfones há cerca de dois anos.

Eliziane será fundamental para o crescimento da candidatura de Rubens Júnior

Muito se fala no apoio do governador Flávio Dino e do ex-presidente Lula à candidatura de Rubens Júnior (PCdoB) como fator de crescimento. Além dos dois, o candidato do PCdoB tem em seu palanque uma aliada com grande expressividade, que se tiver todo seu potencial trabalhado na campanha, tende a ser um trunfo poderoso na eleição: a senadora Eliziane Gama.

Em uma eleição composta apenas homens na cabeça de chapa e muitos candidatos correram para colocar mulheres como vice para equilibrar, o debate sobre a representatividade feminina certamente deve passar pela mulher que mais representa a força feminina na política do Maranhão na atualidade. Afinal, é a mulher com o cargo mais expressivo e que, de fato, representa muito por ser verdadeiramente de família pobre e que lutou muito para vencer na vida: a cara da mulher maranhense e ludovicense.

Eliziane foi a grande sensação das eleições de 2012 em São Luís, liderou grande parte do processo em 2016, se elegeu deputada federal e senadora com votações gigantescas na capital.

A senadora é cabo eleitoral muito relevante nesta eleição e deve ser fundamental para alavancar a candidatura de Rubens. Vale apostar que a candidatura de Rubens ainda tem muito a crescer.

Jeisael quer novo modelo de gestão em São Luís

Defensor de um modelo de gestão baseado em descentralização, participação popular e sustentabilidade, o candidato a prefeito escolhido em convenção da Rede, Jeisael Marx, está determinado a implantar pelo menos 5 UDG’s (Unidades Descentralizadas de Gestão), conhecidas como subprefeituras.

O jornalista lembra que, das capitais, apenas São Luís não tem esse modelo de estrutura administrativa. Jeisael explica que isso se dá em razão da forma com os últimos prefeitos venceram as eleições. Na qual, as secretarias são prometidas aos partidos ainda em campanha em troca de apoio.

Jeisael diz que as subprefeituras vão aproximar a gestão do cidadão, e, com isso, as soluções para os problemas nas comunidades serão resolvidas em um menor intervalo de tempo. Inclusive, com a participação, segundo sua proposta, do próprio cidadão, através do Programa Mutirão Nosso Bairro.

Uma ideia na qual pequenas obras e serviços são realizados em parceria com instituições nos bairros, através de editais, em que a prefeitura fornece os materiais, e a mão de obra é contratada na própria comunidade, gerando emprego, renda e despertando sentimento de pertencimento dos cidadãos.

“A gente tem um programa chamado Mutirão Nosso Bairro, onde as pessoas podem ajudar a Prefeitura a realizar pequenas obras dentro dos bairros. Elas se sentem pertencentes aos municípios,” comenta Jeisael.

Jeisael fala com convicção que é o único capaz de quebrar o atual modelo arcaico e implantar um nosso modelo de gestão.

“Talvez não seja incompetência de nenhum dos meus concorrentes, mas a forma que eles estão inseridos que não vai permitir que cumpram algo dessa natureza”, comenta Jeisael.

Mães auxiliam Yglésio na construção do Papi

As mães estão sendo as grandes aliadas do candidato a prefeito de São Luís, Yglésio Moyses (PROS) na construção do Programa de Apoio à Primeira Infância, o Papi.

O Papi é um programa que tem o objetivo de cuidar da primeira infância, com foco na saúde, educação e geração de renda. Um dos benefícios é o auxílio financeiro individual destinado às crianças de 0 a 6 anos, no valor de até R$ 200,00 por família.

O programa já está sendo levado ao conhecimento das famílias em diversos bairros da capital, por meio do “Papi Comunidades”, e tem sido muito bem recebido devido aos benefícios que prevê para as crianças e, consequentemente, para as famílias.

A cada conversa com as famílias nos bairros, o projeto vai sendo aprimorado e sendo moldado de acordo com as necessidades das comunidades, pois o objetivo de Yglésio Moyses é atender as famílias e ajudá-las, entre outros, a garantir alimento, assistência pediátrica e novas perspectivas de vida para os filhos.

Incentivo à educação

Durante a visita às comunidades, Yglésio Moyses explica o que é o Papi, quem pode e como aderir. E o programa não é só de alimentação. Por meio dele, o candidato a prefeito pretende também incentivar a frequência escolar das crianças, já que este é uma das exigências para ser contemplada com o benefício. “Serão beneficiadas até duas crianças de 0 a 6 anos por família que estejam com frequência regular à escola de, no mínimo, 85%, no caso das crianças de 4 a 6 anos, e que tenham acompanhamento nutricional. Além disso, só poderão receber o auxílio financeiro individual, que é de R$ 100,00, os beneficiários do Bolsa Família e do Auxílio Emergencial”, explicou.

“Sabemos das limitações dos recursos públicos e não temos como, no primeiro momento, financiar valores muito altos. Começaremos com o benefício nesse valor e, durante o andamento do programa, conversaremos com as mães para receber o feedback sobre as melhorias transformações feitas na vida das crianças pelo programa e vamos revendo os impactos e aperfeiçoando-o”, informa Yglésio.

Eudes Sampaio paga ex-funcionários terceirizados da saúde

O prefeito de São José de Ribamar, Eudes Sampaio, autorizou, por meio da Assessoria Jurídica do Município, depósito judicial relativo às verbas rescisórias dos empregados da empresa UNIR Saúde, terceirizados do Complexo Hospital e Maternidade Municipal.

A audiência para resolver o impasse ocorreu sob a Presidência da procuradora do Trabalho, Virginia de Azevedo Neves. Além dos representantes do município de São José de Ribamar, participaram ainda os advogados do SINDSAÚDE e do Instituto Unir. Após determinação do prefeito Eudes Sampaio, os representantes do município informaram que o depósito judicial referente às verbas rescisórias dos ex-funcionários foi feito nesta quinta-feira (24). Os estudos e cálculos dos direitos trabalhistas foram realizados por um escritório de contabilidade, contratado pela própria Prefeitura, a fim de evitar que a situação se prolongasse ainda mais.

Garantia dos direitos – Nos dias 15 e 25 de junho, a Prefeitura já havia adotado posição importante na mediação da solução, participando das negociações para preservar os direitos trabalhistas dos profissionais. A intenção era, como ocorreu ontem (23), encontrar soluções viáveis e concretas, com o apoio dos Sindicatos e o auxílio do Ministério Público do Trabalho, para que a Unir não causasse prejuízos aos trabalhadores. O prefeito Eudes Sampaio declarou que esta ação é demonstração do compromisso de sua gestão com os trabalhadores ribamarenses e com os seus direitos.

“Essa decisão é uma clara demonstração do nosso compromisso com os profissionais da saúde, com os trabalhadores ribamarenses e com os direitos adquiridos de todos eles. Ninguém será prejudicado pela empresa. Todas as nossas decisões são tomadas no sentido de garantir o cumprimento das leis, todas, portanto, visam valorizar nossa gente”, garantiu o gestor.

Helicóptero parado da PM do Maranhão teve panes logo após ser comprado por Roseana

O helicóptero da Polícia Militar do Maranhão que está parado com uma série de defeitos foi comprado no fim de 2010. É dessa época também que vêm os problemas que impedem o funcionamento da aeronave.

A aeronave foi comprada por R$ 15 milhões no governo de Roseana Sarney. O helicóptero foi anunciado como de última geração e eficiente. Mas não durou muito para que ficasse claro que a compra foi um mau negócio.

Os problemas começaram a aparecer de forma bastante grave. Logo em 2011, pouco depois da compra, a aeronave começou a apresentar defeitos. A situação piorou em 2012, 2013 e 2014.

Nesses três anos, a aeronave ficou 356 dias parada por problemas técnicos. Em resumo, por defeitos.

Ou seja, mais de cem dias parado por ano durante o governo Roseana Sarney, após a compra.

Tudo isso está documentado em uma auditoria da Secretaria de Transparência e Controle do Maranhão.

Defeitos

Não é comum que uma aeronave com tão pouco tempo de uso fique tanto tempo parada. Havia algo muito errado com a aeronave.

Para agravar a situação, o contrato feito em 2010 não exigia que a manutenção fosse realizada de forma ágil. Nem mesmo um prazo foi estabelecido. Tampouco as inspeções tiveram prazo definido.

Uma das principais razões de o helicóptero ter ficado parado foi a pane de sistema chamada Engine Slipt. Isso perdurou por mais de quatro anos e demandou 13 intervenções da vendedora, a Helibras, até 2017.

Prejuízo

O helicóptero tem tantos problemas que é mais barato deixá-lo parado do que consertá-lo. É um clássico caso perdido.

A auditoria concluiu que a compra representou uma série de prejuízos para o Estado, contrariando o princípio da economicidade – segundo o qual o dinheiro público deve ser aproveitado da melhor maneira possível.

Além disso, o preço da manutenção foi aumentando ao longo dos anos. O fato de o contrato ser vago em relação à manutenção e à inspeção gerou um desequilíbrio da relação contratual em prejuízo do interesse público.

Milícias digitais já atacam candidatos em São Luís

Disparo para vários números de ataque contra Duarte.

A campanha rasteira não demorou em São Luís. E não parte de um grupo apenas para outro, mas de vários, independente de cor partidária. Ontem, foram disparados para números de whatsapp, com remetente de diferentes estados, veiculações atacando o candidato Duarte Júnior.

Em uma estratégia rasteira aparentemente muito profissional, diferentes números identificados como  ‘DUARTE MIGUELOSO’, com a foto de um palhaço, dispararam os ataques falando das desculpas pedidas pelas aglomerações.

Ataque contra Neto não só por aliança com MDB, mas até ao pai, já morto.

Mas Duarte não é o primeiro nem o único alvo da campanha suja disparada pelo Whatsapp. Há cerca de duas semanas, uma forte campanha baixa contra Neto Evangelista também circula no Whatsapp. Em pelos dois vídeos Neto e´atacado, todos com a marca “Neto Miguelista”. Nas publicações apócrifas, Neto é atacado pela aliança com o MDB e por ser político de carreira, sendo chamado de “vagabundo” por não ter tido trabalho fora da política.

Ataque disparado contra Jeisael no Whatsapp.

Quem também foi alvo de ataques apócrifos por milícia digital foi o candidato Jeisael Marx. Antes dos primeiros, vídeos agressivos contra o candidato circularam no Whatsapp, também com xingamentos e acusando o candidato de ser contraditório por afirmar que sua candidatura é independente e o deputado federal Márcio jerry ter dito em uma entrevista que Jeisael era do campo político do governador, como se o próprio candidato não tivesse dito várias vezes que é do mesmo campo político, mas não é do grupo do governador Flávio Dino.

Parece que o discurso de campanha limpa e propositiva fica só no discurso mesmo. A baixaria vai se intensificar e aparentemente teremos mais uma eleição muito contaminada pelo submundo no whatsapp, sem que o Ministério Público Eleitoral e a Justiça Eleitoral consigam ter alguma reação.

Eliziane consegue assinaturas necessárias para abrir CPI das Queimadas

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), coordenadora da Frente Ambientalista no Senado, protocolou nesta quarta-feira (23) o pedido de criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Crise Ambiental. Com o apoio de 27 senadores, o mínimo necessário para a abertura de uma CPI, o pedido encontra-se na Mesa.

Em discurso no Plenário, Eliziane destacou que o objetivo da CPI será investigar o desmonte da governança ambiental no Poder Executivo, além das queimadas na Amazônia e no Pantanal. Para a senadora, o fato de presidente Jair Bolsonaro continuar praticando o que classificou como discurso “negacionista” sobre a crise, no país e no exterior, incentivou os senadores a apoiarem a abertura da CPI.

“Culpar índios e caboclos pelos incêndios na Amazônia e no Pantanal, como fez Bolsonaro no discurso para a ONU, é um acinte à inteligência nacional e internacional, uma agressão aos fatos, ao não falar de madeireiros, grileiros e especuladores impatrióticos”, critica a senadora.

A senadora considera também que o Brasil não pode se entregar a uma lógica em que as políticas de preservação ambiental atrapalhariam o desenvolvimento. Lembrou que diversos setores do agronegócio atualmente defendem políticas preservacionistas, o que também foi lembrado pelos senadores Jayme Campos (DEM-MT), Otto Alencar (PSD-BA) e Kátia Abreu (PP-TO) em discursos no Plenário. Eliziane também reclamou que, além das quedas nos recursos orçamentários para a preservação ambiental, o atual governo estaria executando apenas 0,4% das rubricas do setor.

Também durante a sessão desta quarta-feira, o senador Plínio Valério (PSDB-AM) manifestou apoio à criação da CPI da Crise Ambiental. Mas também cobrou do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, a instalação da CPI das ONGs na Amazônia, também já protocolada e que, disse, “servirá para separar o joio do trigo e combater a ação de muitas ONGs que estão na Amazônia principalmente para roubar”.