Vereador Marquinhos se envolve em confusão com moradores da Vila Luizão por conta de obra em praça

O vereador Marquinhos Silva esteve visitando a obra de uma praça do bairro Vila Luizão, seu principal reduto político, e a situação quase termina em confronto corporal entre o parlamentar e moradores.

O problema todo se deu por causa de uma parte do terreno onde a prefeitura está regularizando os vendedores ambulantes. Pessoas que já vendem gêneros alimentícios há muitos tempo no local foram cadastrados para terem suas barracas padronizadas. O próprio prefeito Eduardo Braide esteve no local e se comprometeu com os vendedores.

Acontece que o vereador Marquinhos alegou que o ponto não deveria ser utilizado para quiosques. A confusão foi grande, até que a turma do “deixa disso” separou quem queria brigar e o vereador foi embora do local.

Mais tarde, o vereador divulgou em suas redes sociais um vídeo explicando sua versão. Segundo ele, a área tem que ser usada para servir a algo que atenda mais a comunidade.

Confira os vídeos:

 

Câmara aprova marco regulatório dos serviços postais

O deputado federal Gil Cutrim (Republicanos/MA) apresentou um substitutivo que visa dar segurança jurídica para que o Governo Federal possa iniciar o processo de desestatização dos Correios, garantindo a universalidade dos serviços postais em todo território nacional pela estatal, conforme determina a Constituição Federal.

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quinta-feira (5), o PL 591/21 que trata da modernização do sistema postal brasileiro, sendo considerado o Marco Regulatório Postal do país.

A proposta além de garantir a universalidade dos serviços, cria uma tarifa social para atender os usuários que não tenham condições econômicas de pagar o serviço. A tarifa pode ser diferenciada geograficamente, levando em consideração o custo de serviço, da demanda e renda do usuário, como também o IDH ou PIB dos municípios, garantindo assim, os serviços nos locais mais distantes do nosso país.

O texto prevê assegurar a estabilidade de todos os colaboradores por dezoito meses, sem permitir a demissão que não seja por justa causa e disponibilizando a demissão voluntária, que seguirá os seguintes parâmetros: o colaborado deverá aderir ao plano 180 dias após a desestatização, terá uma indenização por doze meses que corresponde à remuneração, plano de saúde por doze meses e programa de requalificação (Sistema S) e aproveitamento em qualquer órgão da administração direta ou indireta.

Estão assegurados também os serviços de interesse social que são os serviços destinados a prover as necessidades dos usuários, em relação aos documentos oficiais de identificação; os procedimentos realizados para o Poder Judiciário destinados à justificação eleitoral; as campanhas comunitárias, educativas e outras decorrentes de obrigação legal, realizadas pela administração pública federal; os serviços postais e parapostais que sejam classificados como de relevante interesse coletivo, por meio de ato do Poder Executivo federal, nas hipóteses de calamidade pública, estado de emergência, estado de defesa ou estado de sítio; e outros definidos em ato do Poder Executivo.

Com o objetivo de valorizar o legado dos Correios a ETC, segundo o relatório do Deputado Federal Gil Cutrim, passará a se chamar Correios do Brasil.

O projeto proíbe também o fechamento das agências que garantam a prestação do serviço postal universal em áreas remotas do país.
Outro ponto relevante no texto é que o governo ainda será o responsável pela fiscalização dos serviços, através da ANATEL que passará a ser a reguladora do serviço, garantindo a sua qualidade.

“O primeiro Marco Regulatório dos Correios será fundamental para estimular a confiança dos investidores e consumidores, garantindo o acesso aos serviços básicos e o bom funcionamento do setor” afirmou Gil Cutrim.

Weverton apoia CPI da Covid e é exaltado por Omar Aziz e Randolfe

 

Com o retorno dos trabalhos no Congresso Nacional, o senador Weverton (PDT-MA) destacou a importância da CPI da Covid no Senado Federal.

Ao lado dos senadores Omar Aziz e Randolfe Rodrigues, Weverton exaltou as atividades da CPI da Pandemia, uma comissão parlamentar de inquérito em andamento que investiga supostas omissões e irregularidades nas ações do governo federal durante a pandemia de COVID-19 no Brasil.

“Retomamos os trabalhos no Senado Federal com todo gás”, disse o senador maranhense.

“Os senadores Omar Aziz e Randolfe Rodrigues estão empenhados na CPI da Covid-19 para dar as respostas que os brasileiros esperam. Precisamos esclarecer os acontecimentos e nos unir para superar a crise causada pela pandemia, garantindo renda, comida na mesa dos brasileiros e vacinas para todos”, destacou Weverton.

Os senadores Omar Aziz e Randolfe Rodrigues também demonstraram apoio ao trabalho de Weverton. “Estou com Weverton para o que der e vier” disse o senador Randolfe.

“Estamos juntos”, reafirmou o senador Omar.

Lula deve cumprir agenda no Maranhão

Segundo o blog do John Cutrim, o ex-presidente Lula participará de conversas, encontros e reuniões com segmentos e a classe política no Maranhão.

A visita foi anunciada pelo presidente do PT, Augusto Lobato, que disse ao jornalista que o ex-presidente deve vir ao Maranhão entre 18 e 19.

Para evitar aglomerações, a visita de Lula deve ficar restrita aos municípios da área metropolitana de São Luís.

Em live, Simplício Araújo reafirma pré-candidatura a Governo

O secretário de Estado de Indústria, Comércio e Energia e presidente do Solidariedade, Simplício Araújo, confirmou, nesta quarta-feira (4), a sua pré-candidatura ao Governo do Maranhão durante uma live transmitida via YouTube e Instagram.

“Sou pré-candidato [a governador] SIM. Conversei com Flávio Dino. [Na conversa] Estavam os quatro pré-candidatos e lá ficou claro que todos nós iríamos ser avaliados pela população (…). Vou respeitar o pacto feito com o governador. Cheguei aqui de cabeça erguida e é de cabeça erguida que quero seguir. (…)”, disse ao destalar a anuência do governador Flávio Dino para ser pré-candidato a governador.

O secretário enfatizou que o próximo governador do Maranhão deve continuar o bom trabalho desempenhado pelo governador Flávio Dino e propor novas ações ao Estado.

“O governo precisa de um aliado que seja abraçado pela população do Maranhão. Que consiga impulsionar o legado do governador Flávio Dino e faça ainda mais. A sociedade quer sempre mais. O que a gente pode e o que a gente quer é apostar no que tá dando certo e fazer ainda mais. A classe política é importante, mas eu quero elevar o debate na política do Maranhão. Não temos como elevar só discutindo entre si, mas discutindo entre todos os segmentos sociais. Afinal, temos um governador que é governador de todos os maranhenses”, analisou.

Durante sua fala, Simplício chegou a alfinetar o vice-governador Carlos Brandão, que também é pré- candidato a Governador.

Polícia Federal deflagra quarta fase da Operação FUSARIUMA

A quarta fase da Operação FUSARIUMA foi deflagrada pela Polícia Federal no período de 26 de julho e 04 de agosto 2021, na região Oeste do estado do MA.

Segundo dados da PF, a operação FUSARIUM consiste em uma série de ações policiais que visam a
erradicação de plantações de Cannabis Sativa, erva popularmente conhecida como Maconha. As ações ocorreram na região do nordeste brasileiro, Pernambuco–PE e Bahia-BA e ainda fora do território nacional, no Paraguai
– PY.

Com desdobramento da FUSARIUM, conduzido pela Polícia Federal no Maranhão, erradicou-se cerca de 95.000 pés, 11.580 mudas e 9.000 sementes de cannabis sativa nas terras indígenas do Alto Turiaçu, Alto Rio Guamá e em Terras da União; todas as áreas nas proximidades de Centro do Guilherme e Centro Novo. Ademais, encontrou-se, in loco, 478 kg de maconha prontos para o tráfico. Destaque-se que todas as substâncias entorpecentes encontradas, incluindo pés, mudas, sementes e plantas já colhidas, perfazem cerca de 32 toneladas, as quais foram devidamente incineradas.

A operação tem o escopo de reduzir a produção e oferta de maconha no estado do Maranhão; de desarticular a comercialização de drogas na região e identificar os envolvidos, individualizar condutas ilegais e agir na movimentaçãoa quarta fase da Operação
FUSARIUM.

Conta de luz mais cara no Maranhão

A grave seca no país neste ano deixou a energia elétrica mais cara. Neste mês, a bandeira vermelha patamar 2 passou de R$ 6,24 para R$ 9,49 por 100 kWh consumidos, e pode subir novamente para R$ 11,50.

Mas a conta de luz também ficou mais cara por outro motivo: o reajuste anual das tarifas das concessionárias de energia elétrica.

De janeiro até o último dia 6, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) atualizou os preços cobrados por 31 distribuidoras que atendem municípios de 14 estados brasileiros.

Os outros estados ainda não tiveram reajustes, mas terão. Segundo a Aneel, as demais empresas de outros estados que ainda não passaram pelo processo de reajuste tarifário terão os preços revisados ainda neste ano, nas datas previstas nos seus contratos de concessão.

O aumento médio repassado aos consumidores das empresas que já tiveram as tarifas corrigidas varia de 1,28% a 15,29%..

Rubens deixa governo e retorna à Câmara

O secretário de Estado de Articulação Política, Rubens Pereira Júnior deixa o cargo e volta à Câmara Federal.

O anúncio foi feito pelo Governador Flávio Dino no seu twitter. “Agradeço ao deputado federal Rubens Pereira Júnior pelo período em que exerceu a Secretaria de Articulação Política do Governo do Maranhão. Desejo que ele tenha sucesso no retorno ao mandato na Câmara, onde continuará a ajudar o nosso governo”, disse Flávio Dino.

O seu substituto ainda não foi divulgado.

Fufuca assumirá presidência nacional do PP

O deputado federal André Fufuca (PP-MA) assumirá a presidência nacional do PP no lugar do senador Ciro Nogueira (PP-PI), que aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro para ser ministro da Casa Civil.

Em entrevista, Fufuca e Nogueira confirmaram que o maranhense ficará no comando do partido enquanto o piauiense estiver à frente da pasta. “Assumirei temporariamente a presidência do partido”, disse Fufuca.

O ingresso de Nogueira no governo foi costurado por Bolsonaro diante da queda de avaliação do seu governo e de dificuldades de articulação com o Congresso, especialmente o Senado.

O parlamentar maranhense é muito próximo do presidente nacional da sigla, o senador Ciro Nogueira. Ele também segue firme na presidência estadual do Partido Progressistas.

Maranhense Rayssa Leal é uma das mais jovens medalhistas da história das Olimpíadas

A skatista de Imperatriz, Rayssa Leal, entrou para a história dos Jogos Olímpicos.

Ao conquistar prata na modalidade street do skate feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio, a Fadinha tornou-se a atleta mais jovem a ganhar uma medalha pelo Brasil nas Olimpíadas. Aos 13 anos e sete meses de idade, a skatista maranhense desbancou Rosângela Santos, que foi bronze no 4x100m do atletismo em Pequim, em 2008, aos 17.

Na história olímpica mundial, é a terceira medalhista mais jovem em 85 anos.

Antes mesmo da medalha, Rayssa já havia feito história em Tóquio. Ao iniciar sua prova no street, ela passou a ser a atleta mais jovem a defender o Brasil em uma edição de Olimpíadas na história, feito este que pertencia à nadadora Talita Rodrigues, que competiu no revezamento 4x100m livre com 13 anos e 11 meses de idade, nas Olimpíadas de Londres-1948.