Arnaldo não pagou R$ 180 milhões de previdência e R$ 160 milhões de consignados

Arnaldo e Roseana deixaram um estado equilibrado: se equilibrando em dívidas

Arnaldo e Roseana deixaram um estado equilibrado: se equilibrando em dívidas

O governo Flávio Dino encontrou apenas R$ 24 milhões em caixa e somente em dívidas não pagas pelo governo de 21 dias de Arnaldo Melo, no mínimo R$ 340 milhões.

O governador interino deixou de cumprir a obrigação de pagar dívidas mensais. O governo tem obrigatoriamente que repassar aproximadamente R$ 180 milhões todo o mês para a previdência social dos servidores, que não foi repassado, embora o dinheiro tenha sido recolhido e descontado dos servidores. Outra dívida é dos empréstimos consignados, que soma cerca de R$160 milhões.

O valor é referente aos empréstimos feitos pelos servidores e que deve ser repassado ao banco pelo governo. Outra dívida que já bate a porta do governador Flávio é de empréstimo de R$139 milhões com o Bank of América. Roseana fez um empréstimo de R$1,5 bilhão com o Banco e a parcela deve ser paga dia 10.

Também começa em 2015 o pagamento do empréstimo com o BNDES. A ex-governadora fez o empréstimo bilionário há dois anos e acertou para que o pagamento comece justamente no ano em que não estaria mais no governo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *