Nina Melo realizou 160 consultas cardiológicas em um único dia

ninameloAlguns desdobramentos do caso Bringel chamam atenção. O ex-secretário de Planejamento do Governo Roseana Sarney “sumiu” com 103,9 milhões das contas do Estado no final do mandato anterior, em dezembro de 2014. Um dos pagamentos que seriam feitos no final da gestão foi da clínica do Coração, em Colinas, pertencente às filhas do ex-governador tampão, Arlando Melo. Uma delas, a deputada estadual Nina Melo.

A clínica do Coração é privada, mas recebe recursos públicos por contrato do governo do Estado e pelo SUS. Logo que assumiu o governo, Flávio Dino cancelou todos os repasses para análise, inclusive da Clínica dos Melo. O contrato total da clínica do Coração chega até a R$ 250 mil por mês, mas só com o atendimento máximo. Aí está o “X” da questão.

Para que os atendimentos chegassem ao número máximo que correspondesse ao repasse integral dos R$ 250 mil, apenas a médica e hoje deputada estadual Nina Melo realizou 160 consultas cardiológicas em um único dia. O que parece humanamente improvável.

Ainda mais curioso foi que no dia da Diplomação dos deputados eleitos, dia 19 de dezembro de 2014, a dedicada médica Nina Melo fez ainda mais malabarismo. Realizou 40 consultas na sua clínica em Colinas (distante 438 km de São Luís), veio para a capital, provavelmente foi ao salão de beleza e compareceu ao Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana para ser diplomada.

A auditoria da secretaria de Saúde e da secretaria de Transparência reduziu quase todos os repasses a unidades de saúde privadas. Na clínica do Coração, o que deveria ser R$250 mil mensais, se tornaram R$ 50 mil mensais, em média. E olha que estes superatendimentos nem entraram na conta na redução.

Nina Melo teve inclusive a candidatura contestada por receber recursos públicos em sua clínica enquanto candidata a deputada estadual.

Uma ideia sobre “Nina Melo realizou 160 consultas cardiológicas em um único dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *