Delegado diz que Amaury será responsabilizado sendo ele ou o segurança o autor do disparo

Prefeito Amaury

Prefeito Amaury

O delegado geral, Lawrence Melo, conversou com o programa Ponto e Vírgula Especial, da Rádio Difusora, sobre a tentativa de assassinato envolvendo o prefeito de Mirinzal, candidato à reeleição, Amaury Almeida (PDT). Existem ainda versões de que o próprio prefeito teria disparado contra um homem, que está em estado grave.

No processo eleitoral de campanha, o prefeito se deslocava na madrugada deste domingo (2) acompanhado de seguranças e estaria sendo seguido por opositores a gestão dele para evitar compra de votos.

Isto gerou discussão e um dos opositores acabou sendo baleado. O homem foi deslocado para a cidade Cururupu e está hospitalizado lá.

Segundo o delegado geral, existem versões de que a pessoa teria falecido, mas não chegou a confirmação. “O atual gestor foi conduzido para a regional de Pinheiro e está sendo autuado em flagrante por participação direta. Está sendo autuado por tentativa de homicídio. Considerando que lá não tem lugar adequado para custódia do prefeito, o Grupo Tático Aereo foi para Pinheiro para deslocar o prefeito para São Luís, onde existe em Pedrinhas Sala para pessoas com prerrogativa de foro ficar custodiada”, afirmou.

O delegado garantiu que independete as versões o prefeito será responsabilizado, seja ele o autor dos disparos ou seu segurança. “Testemunhas apontam para que o prefeito teria efetuado o disparo. Mesmo se foi o segurança, a partir do momento que eu contrato uma pessoa com uma arma de fogo e ela efetua sobre o meu comando, existe uma responsabilidade. É como a pistolagem”, afirmou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *