Decisão que suspendeu eleição da Câmara é cassada e pleito tem que ser realizado

O desembargador Jamil Gedeon, que é o juiz natural do caso em que o PSP tenta barrar a eleição da mesa diretora da Câmara Municipal,  decidiu derrubar os efeitos da decisão tomada durante o plantão judicial pelo desembargador José Jorge e determinou a realização imediata do pleito.

A decisão de Gedeon se baseou em ampla jurisprudência impedindo que desembargador plantonista regime decisão já tomada por desembargador relator do caso.

Com a decisão, a eleição deve ser realizada imediatamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *