Clã Sarney tenta manter aliado no governo Bolsonaro

Márcio Cavalcante (gravata amarela) ao lado dos aliados do MDB maranhense

Prestes a deixar o mandato, o senador e aliado fiel do grupo Sarney, João Alberto (MDB), deve manter um de seus apadrinhados políticos no governo Jair Bolsonaro (PSL). Trata-se de Márcio Cavalcante, presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e ex-diretor da Funasa/Maranhão. A informação foi divulgada por veículos de comunicação ligados ao grupo Sarney.

Márcio Cavalcante foi alçado ao comando geral da Funasa no governo Michel Temer e sua permanência no cargo deve ser a última canetada política de João Alberto, senador da República desde 1999.

Historicamente a diretoria executiva da Funasa vinha fazendo parte da cota do MDB. O grupo aposta no poder político de João Alberto para que a “tradição” seja mantida. Mas em dezembro do ano passado, o atual ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, demonstrou interesse em extinguir a Funasa, já que, segundo ele, a fundação é um tradicional cabide de empregos para apadrinhados de caciques políticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *