“Tantas agressões atrapalham o Brasil”, diz Flávio Dino após Bolsonaro chamar estudantes de “idiotas úteis”

Depois de ser alvo de protestos, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) finalmente conseguiu desembarcar nos Estados Unidos. Escorraçado pelo prefeito de Nova York, Bill de Blasio, Bolsonaro teve que procurar abrigo na cidade de Dallas, no Texas. A visita do presidente acontece no mesmo dia em que estudantes e professores paralisam as principais cidades do Brasil contra os cortes federais na educação.

Ao ser questionado sobre a movimentação nacional em crítica ao seu governo, o capitão da reserva classificou os manifestantes de “massa de manobra” e “idiotas úteis”.

A fala de Bolsonaro teve forte repercussão negativa Brasil afora. Jornalistas, intelectuais, artistas e políticos de todo o país, condenaram o discurso de ódio de Bolsonaro contra estudantes e educadores. O governador do Maranhão foi um deles.

Flávio Dino (PCdoB) reagiu ao comentário infeliz do pesselista sem atacar o presidente. Dino avalia que, ao contrário do que Bolsonaro vem protagonizando, o mandatário da nação deve prezar pela conciliação e que esse tipo de ofensa prejudica ainda mais o país.

“Para ser útil ao país, um presidente da República deve ter serenidade, saber ouvir, buscar o diálogo. Tantas agressões e destemperos atrapalham o Brasil” lamentou Flávio Dino em uma rede social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *