Proximidade da eleição deixa clima cada vez mais tenso

Ricardo Murad e Flávio Dino em troca de farpas pela internet.

Estamos no ano eleitoral e as disputas ficam cada vez mais acirradas. Ao que tudo indica, a internet será o palco que discussões ferrenhas que já começaram. Ontem (26) houve troca de farpas entre o presidente da Embratur, Flávio Dino (PCdoB) e o secretário estadual de saúde, Ricardo Murad nas redes sociais.

Pelo Twitter Flávio, indignado com algumas postagens de blogueiros ligados ao governo do Estado, diparou: “A oligarquia decadente manda me agredir todos os dias no Maranhão. Por que tanto ódio? Será porque não me rendo nem me vendo?”, e continuou em outra postagem: “Será que acham que me agredir pessoalmente, todos os dias, vai esconder a realidade? Os problemas criados por eles serão esquecidos? Os ciclos oligárquicos estão no fim, com ou sem a minha participação em eleições. Compreendo as dores e gritos dos que perderão privilégios”.

Um dos ataques do comunista atingiu diretamente a pasta de Ricardo Murad (Saúde) quando afirmou que o governo deveria tratar de governar, começando pelos 72 hospitais (promessa de campanha da governadora e responsabilidade do Programa Saúde é Vida, coordenado pela pasta do genro da governadora).

Não demorou muito para a resposta vir do Facebook de Ricardo Murad não poupou críticas ao comunista o chamando de megalomaníaco e de “criança que teve o seu brinquedo tirado por outra e que não para de chorar para tê-lo de volta”. Prepotente e arrogante foram alguns adjetivos usados pelo secretário para descrever o adversário político. Murad é dado como homem-forte da campanha do pré-candidato à prefeitura de São Luís, Washington Oliveira (PT).

“Faço um convite a ele, para juntos irmos em todas as UPAS, em todos os 72 hospitais, em todos os centros de medicina especializada, na FEME, nos 180 novos leitos de UTI e nos hospitais de alta complexidade do maior programa de saúde pública da história do Maranhao que já está atendendo com qualidade os maranhenses”, afirmou Murad.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.