Advogado de Jefferson diz que Lula é ‘mandante’ do Mensalão

O advogado Luiz Francisco Corrêa Barbosa, que defende Roberto Jefferson. Foto: Carlos Humberto/SCO/STF/Divulgação

Do G1, em Brasília
O advogado Luiz Francisco Corrêa Barbosa, defensor do presidente do PTB, o ex-deputado Roberto Jefferson, disse nesta segunda-feira (13) no Supremo Tribunal Federal, durante o oitavo dia do julgamento do processo do mensalão, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva “ordenou” o esquema de compra de votos no Congresso.

Jefferson é o delator do esquema do mensalão. Na época, em 2005, também era presidente do PTB. Foi acusado pelo Ministério Público Federal de receber R$ 4,54 milhões do chamado “valerioduto” [suposto esquema operado por Marcos Valério para abastecer o mensalão] a fim de votar a favor do governo no Congresso como parte de um acordo de R$ 20 milhões entre o PT e seu partido. Foi cassado pela Câmara em 2005.

Segundo o defensor, Lula é “mandante” do esquema. A tese contraria afirmações anteriores do próprio Jefferson, segundo as quais o ex-presidente é “inocente”.

“O meu cliente aqui acusado tem dito e reiterado aos quatro ventos o que já dissera, que o presidente não sabia. Não há contradição. Ele tem de falar sobre aquilo que viu. Já eu tenho de iluminar o caso”, declarou o advogado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.