Edivaldo rompe o silêncio e se defende na TV

Ele pretendia usar o próprio horário de Washington Oliveira (PT) para se defender, mas já que o juiz José Carlos Silva reverteu a decisão do juiz Antonio Luiz Almeida que dava Direito de resposta a Edivaldo Holanda Júnior (PTC), o candidato teve que usar seu próprio horário para se defender.

Já começaram as inserções em que Holanda explica e mostra com os documentos que foram postados aqui no blog (reveja) que ele não votou a favor da CPI de Cachoeira. Na inserção, Holanda fala que estão inventando mentiras a seu respeito e continuará com uma campanha limpa, sem agressões.

Caiu tanto por terra a questão do Cachoeira que Washington está agora utilizando apenas inserções que falam da votação do salário mínimo. Ora, edivaldo votou a favor do salário proposto pela presidente Dilma (PT) e contra duas emendas, uma do PSDB e uma do DEM, os dois partidos de maior rivalidade do PT de Washington a nível nacional. Será que se Washington ainda fosse deputado federal votaria a favor de emendas de PSDB e DEM e contra a indicação da presidente de seu partido?

Quanto a briga na Justiça das inserções de Washington que atacam Edivaldo, o petecista já recorreu e a decisão agora será do pleno do TRE-MA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.