Marlon Garcia quer levar PTdoB para oposição

Durante o painel realizado esta semana na Câmara Municipal, onde a prefeitura expôs a situação financeira deixada pela gestão anterior, o vereador Marlon Garcia (PTdoB) foi duro com os questionamentos, perguntando sobre o aumento da perspectiva de gastos com folha de pagamento, sobre os critérios de contratação, sobre a perspectiva menor de arrecadação, até defendendo a gestão de João Castelo (PSDB) em dado momento.

Em contato com o tiltular deste blog, Marlon afirmou que o PTdoB irá na próxima semana definir se será oposição ou situação, mas que a maior probabilidade é marchar contra o governo Edivaldo. “O partido vai se reunir em março, mas provavelmente estaremos na oposição. Não é para rejeitar tudo, mas votar contra aquilo que for de errado”, afirmou.

O vereador do PTdoB acredita que esta legislatura será bem diferente das demais, onde o prefeito sempre teve maioria absoluta contra uma ou duas vozes de oposição. “Eu acho que toda unanimidade é burra. Essa Legislatura será diferenciada de todas que já existiram. Esta discussão vai ser muito fomentada porque são agora serão 31 vozes distintas”, enfatizou.

O curioso é que na Legislatura passada, onde Marlon foi vereador por dois anos, nunca se manifestou em relação ao tema, nem questionou as várias irregularidades que eram imputadas a gestão do ex-prefeito João Castelo (PSDB).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.