Redução de jornada para professores com mais de 50 anos emperra negociação

Sindicato discute a greve.

Sindicato discute a greve.

Um ponto ainda causa grande divergência entre professores e o governo do Estado: o artigo que trata da redução da jornada de trabalho dos professores que completarem 50 anos de idade e mais de 20 anos de serviço na rede. O governo é irredutível quando o assunto é a redução da jornada.

A proposta que resultar da negociação será submetida às assembleias regionais que serão realizadas a partir da próxima semana. As assembleias dos trabalhadores poderão decidir se aceitam ou não o texto em negociação e se suspendem ou não a greve na rede estadual de educação, que teve início na última terça-feira e continua por tempo indeterminado.

Nesta quinta (25) e sexta-feira (26), os diretores do sindicato realizaram várias reuniões de avaliação da greve e do andamento das negociações com o governo, na sede da entidade, em São Luís.

Nesta segunda-feira (29), os professores fazem panfletagem nos terminais de Integração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *