Processo da morte de Décio Sá vai para o CNJ

Presidente do TJMA, Guerreiro Júnior.

Presidente do TJMA, Guerreiro Júnior.

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Guerreiro Júnior, encaminhou ontem (14) ao Corregedor Nacional de Justiça, Francisco Falcão, a solicitação para que o mesmo inclua a Ação Penal do caso Décio Sá no programa Justiça Plena.

O Programa monitora o andamento de processos de repercussão social e apoia a gestão de causas de grande interesse público. O acesso pleno aos processos ocorre por meio do Sistema de Acompanhamento de Processos de Relevância Social (SAPRS) e é concedido aos representantes cadastrados, que podem consultar e atualizar o banco de dados.

No ofício, Guerreiro enfatiza a repercussão nacional e internacional do caso, além de que o ato criminoso vem exigindo “profunda investigação por parte da polícia judiciária, em razão tanto do considerável número de réus já denunciados (12), quanto pelo fato do suposto envolvimento de empresários, políticos e autoridades, conforme sustentado pelo Ministério Público”.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.