Não soube perder! Torcedores do Fortaleza destroem 3 mil cadeiras na Arena Castelão

Estadão e Veja

Palco da Copa do Mundo sofre depredação.

Palco da Copa do Mundo sofre depredação.

A eliminação do Fortaleza no Campeonato Brasileiro da Série C deixou um saldo de 3.000 cadeiras destruídas na Arena Castelão, neste domingo, na capital cearense. O Fortaleza acabou empatando em 2 a 2 com o Sampaio Corrêa e viu fracassar o objetivo de voltar para a segunda divisão em 2014, o que provocou a fúria de dezenas de torcedores.

A Arena Castelão foi a primeira entre as 12 sedes da Copa do Mundo de 2014 a ficar pronta, em dezembro do ano passado. Os atos de vandalismo foram registrados justamente no dia em que o novo estádio registrou seu maior público, com 57.143 presentes.

A eliminação veio já aos 47 minutos do segundo tempo, quando o zagueiro Paulo Sérgio empatou o jogo em 2 a 2. O resultado deixou o Sampaio Corrêa com 33 pontos, entre os quatro classificados do Grupo A para as quartas de final – os outros foram o Santa Cruz, Luverdense e Treze -, e eliminou o Fortaleza, que terminou em quinto lugar, com 32 pontos.

O comandante da Operação Castelão calculou preliminarmente que 3.000 assentos foram vandalizados. Houve ainda quebra-quebra em outras instalações da arena.

A administração da Arena Castelão afirmou que a diretoria do Fortaleza será responsabilizado pela destruição. O plano é descontar o valor do prejuízo da cota do clube sobre a renda deste domingo, que foi de cerca de 940 000 reais.

1 pensou em “Não soube perder! Torcedores do Fortaleza destroem 3 mil cadeiras na Arena Castelão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *