Defensores de Luís Fernando perdem discurso com candidatura de Edinho

Candidatura de Edinho acaba com discurso de "competência", "gestão" e "passado limpo"

Candidatura de Edinho acaba com discurso de “competência”, “gestão” e “passado limpo”

A tropa de choque montada pelo Clã Sarney para defender o então pré-candidato Luís Fernando Silva (PMDB) nas redes sociais e ligando para emissoras de Rádio AM está totalmente desarmada neste momento. Com a pré-candidatura de Edinho Lobão (PMDB) ao governo do Estado todo o discurso propagado pelos defensores de Luís Fernando cai por terra.

A principal arma de defesa da pré-candidatura de Luís Fernando era a de passado limpo (pelo menos assim pregavam), técnico competente, gestão aprovada em São José de Ribamar e não representava necessariamente o atraso do grupo Sarney. Desde o último domingo (6) o grupo ficou desnorteado. Alguns inclusive ligaram para rádios justamente para esculhambar o novo pré-candidato governista.

Ainda no domingo (6), parte da tropa de choque foi até a casa de Luís Fernando, no Panaquatira, implorar que ele retomasse a candidatura, mas a decisão era irrevogável.

Agora, sem discurso, os até então defensores de Luís Fernando estão no mínimo constrangidos de ligar para as rádios ou se manifestar pelas redes sociais em favor do candidato que é justamente o contrário do que defendiam: tem um passivo muito grande por onde atuou, nunca foi testado nas urnas, não é visto pela população como competente e representa o intrinsecamente o Clã Lobão/Sarney/Murad.

Edinho certamente é um candidato mais competitivo e mais articulado politicamente do que Luís Fernando, mas em contrapartida, dificulta muito o discurso para seus defensores.

1 pensou em “Defensores de Luís Fernando perdem discurso com candidatura de Edinho

  1. Não é tropa de choque. Eu votaria nele. Assim como Flávio Dino, Luís Fernando tem experiência em gestão pública, é professor e tem serviços prestados ao Estado. Seria um grande debate entre os dois. Lobinho é um mané. Muitos votariam em Luís Fernando não por ser o candidato da oligarquia, mas por reconhecerem que ele poderia ser um grande governador. Agora estes, inclusive eu, estão em candidato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *