Diretor de Pedrinhas preso foi indicado pelo PT

Cláudio Barcelos com Washington na  Comissão Executiva do PT de Vitória do Mearim em 2013.

Cláudio Barcelos com Washington com a comissão Executiva do PT de um município maranhense  em 2013.

O diretor do Centro da Casa de detenção de São Luís, Cláudio Barcelos, que foi preso nesta segunda-feira (15) acusado de facilitar a fuga de presos, foi indicado ao cargo pelo Partido dos Trabalhadores. Filiado há muitos anos no PT, Cláudio era participante ativo do PT e membro da corrente CNB (Construindo um Novo Brasil), que há décadas comanda a direção do partido no Maranhão.

Barcelos está no comando da unidade prisional há cerca de um ano e meio. Ele entrou por indicação do ex-vice-governador do Maranhão, Washington Luiz Oliveira, que deixou o cargo em novembro do ano passado para assumir a vaga de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão. Homem de confiança da direção nacional do PT, Washington também se desfiliou da legenda para assumir a função no TCE.

Bacharel em direito, o diretor preso participou ativamente da campanha de Washington, que foi candidato a prefeito de São Luís em 2012. Em seu perfil em uma rede social, ainda estão mensagens pedindo voto ao petista.

A prisão ocorreu um dia depois de O Estado de São Paulo publicar nota em que a presidente Dilma Rousseff (PT) confirmou o envio de material para a campanha do candidato ao governo do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), adversário do Clã Sarney no estado. Como dois partidos aliados (PMDB e PCdoB) disputam o governo do Maranhão, Dilma tem se afastado da disputa no estado.

O titular do blog entrou em contato telefônico com Washington Oliveira. O hoje conselheiro do TCE disse que não se recorda de ter indicado Cláudio para a diretoria do Centro e não tinha conhecimento de como se procedeu a indicação.

A secretaria de organização do PT no Maranhão garantiu que Barcelos não está mais filiado ao partido e por isto não comentaria o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *