Wellington ataca jornalistas que não rezam em sua cartilha. O que é isso, candidato?

O candidato a prefeito de São Luís, Wellington do Curso (PP), ao que parece, ficou furioso com o trabalho de alguns profissionais da imprensa que, pautados em documentos, resolveram escancarar a sua fama de caloteiro e sonegador de impostos.

No programa eleitoral, o progressista, sem elementos substanciais para apresentar em sua defesa, agrediu os jornalistas Jeisael Marx e Raimundo Garrone, qualificando-os como mentirosos por terem levado ao conhecimento da população notícias sobre o seu débito de IPTU e a ação que responde na Justiça por invadir terreno público.

O que o candidato W11 parece ou finge não saber é que todas as dívidas noticiadas  foram baseadas em documentos oficiais que comprovam a veracidade das informações. Pra quem não sabe, Wellington acumulava dívidas de R$ 120 mil de IPTU (parcelada nesta semana em 60 prestações), é réu em processo de apropriação irregular de área ambiental, responde na justiça por não fazer o recolhimento do ISS e ainda possui dívidas nos estados de Minas Gerais e Ceará. (Todas as denúncias com documentos).

documento-wc-2 documento-wc-3 documento-wc-4

documento-wc

 

 

 

 

 

 

 

Para tentar blindar a sua má fama, Wellington busca, ainda, intimidar os blogueiros que não rezam em sua cartilha por meio de ataques dos comunicadores que fazem parte do arsenal do seu maior aliado, o golpista Roberto Rocha. A ordem é trabalhar diariamente para desqualificar a vida profissional dos jornalistas Jeisael Marx e Raimundo Garrone.

Mas parece que não funcionou ou melhor, não intimidou. Garrone afirmou que vai ingressar com uma ação na justiça contra o candidato, ao mesmo tempo, em que desafiou o mesmo a apresentar as certidões negativas do Tribunal de Justiça e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Já Jeisael fez um inflamado desabafo em seu programa de TV a respeito do seu nome noticiado na propaganda eleitoral do 11.

A polêmica envolvendo Wellington do Curso em denúncias graves de calote também foi aproveitada em inserção eleitoral. O candidato à prefeito Fábio Câmara (PMDB) desqualifica WC e questiona o débito do IPTU do candidato empresário.

Wellington do Curso comporta-se como se fosse um político inatingível, blindado e desvinculado de erros de qualquer natureza. Porém, os seus atos provam o contrário.

O candidato achava que iria intimidar a imprensa com falsas acusações. Não vai!

3 pensou em “Wellington ataca jornalistas que não rezam em sua cartilha. O que é isso, candidato?

  1. Esse candidato Wellington sem curso caloteiro sem proposta neuhuma pra são Luís e um farsa e ainda tar sendo apoiado pelo esse candidato sendador traidor e agora pela senhora roseana Sarney a tar oligarquia que atrazou o Maranhão mais de cinqüenta anos ele é tremendo safado são Luís jamais merece um candidato desse

  2. Amigao, desde quando dever imposto é crime? Todo contribuinte tem direito, quando não concordar com o valor, de impugnar no órgão competente. Não pagar é diferente de sonegar. Todo empresário está sujeito a essas dívidas, ainda mais com essa alta carga tributária de nosso país. Acho que bateu um desespero nos blogueiros mesmo. Obs: nao estou defendendo o candidato, pois nessas eleições voto em branco, o nível dos candidatos está muito baixo para uma capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *