Carcará pagou R$ 90 mil de verba do senado para instituto que colocou Roseana na liderança

A revista Veja revelou de onde vieram os recursos para pagar a Escutec. O PMDB – mais precisamente pelo senador João Alberto – contratou pesquisa do instituto de Fernando Júnior para os cenários de governo e Senado no Maranhão no mês passado.

O senador pagou a Escutec com verba da cota de exercício parlamentar R$ 90 mil. Foram pagos R$ 45 mil para suposta pesquisa qualitativa em São Luís e mais R$ 45 mil para pesquisa qualitativa sem maiores detalhes.

O valor foi pago um mês antes da realização da pesquisa de intenção de votos favorável a Roseana. Caso João Alberto tenha feito mesmo a pesquisa qualitativa para saber o que o povo maranhense acha de sua atuação, era melhor ter deixado para fazer depois de sua atuação para salvar Aécio Neves. O resultado não seria nada satisfatório.

Mas será que a pesquisa foi realmente feita ou o recurso serviu para bancar a flexibilidade do resultado favorável a Roseana Sarney na pesquisa de junho?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.