Apóstolo Silvio Antônio diz que é contra abuso de poder religioso

O candidato a prefeito de são Luís pelo PRTB, Apóstolo Silvio Antônio, concedeu entrevista à rádio Mirante FM no início da tarde desta quarta-feira (23). Por ser pastor e se colocar como representante do segmento evangélico na disputa, foi questionado sobre o uso da religião e a discussão do abuso de poder religioso. O candidato surpreendeu ao responder ser até favorável a algum controle do abuso de poder religioso, sobre o qual afirmou ser fortemente contrário.

“Eu fui candidato a deputado federal nas últimas eleições e tive mais de 20 mil votos.  Nunca usei meu púpito para pedir votos para minhas ovelhas. Temos que usar outros meios – redes sociais, reuniões – e não usar a igreja. Sou pastor em uma igreja no Cohatrac e  prego para mais 2,5 mil pessoas que são testemunhas que nunca usei a religião para fazer campanha. Sou contra levar o candidato para o púpito, pedir voto, falar o número. É uma prática que precisa ter ética e não ter abuso de poder religioso”, afirmou.

Questionado sobre a laicidade do estado, investimento em cultura e as manifestações de matriz africana tão presentes em São Luís, Silvio Antônio disse que o prefeito gere o orçamento e vai manter manter o que é previsto no orçamento para a cultura. “É preciso separar a religião da cultura. O prefeito é um gestor que executa o orçamento. O que é investido hoje seguirá sendo. Vou respeitar a diversidade. […] Represento os evangélicos, que são 35% da população de São Luís, mas vou governar para toda a cidade”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.