Bloco “Unidos por São Luís” não é de oposição ao governo Braide

O vereador Beto Castro (Avante) fez um duro discurso para deixar claro que seu posicionamento não é de oposição ao governo Eduardo Braide.

Beto afirmou que o vereador Batista Matos disse em uma entrevista que o bloco “Unidos por São Luís” seria de oposição e ele desautoriza a qualquer vereador falar por ele. “Ele disse que haveriam três blocos. Um governista, um independente e a nós ele denominou de oposição. Em momento algum eu disse que seria oposição. Todos sabem que eu não votei em Eduardo Braide. Fiz campanha para o Duarte. Eu tenho certeza que não foi por maldade dele, mas não quero ninguém falando em meu nome. Nós estamos aqui para contribuir. Nosso papel é orientar”.

O bloco do qual Beto faz parte e a maioria dos membros é do PCdoB. Surgiu a discussão de o bloco faria oposição, principalmente depois da reunião com secretários do governo do estado. Mas todos os posicionamentos do bloco até o momento, mostram que ele não fará oposição. Todos os membros têm votado a favor dos projetos da prefeitura.

Na sessão de hoje, ao responder a Beto Castro, o próprio vereador Batista Matos reconheceu isso e disse que sua fala na entrevista não foi para a entender que o bloco é de oposição. Que na realidade, ele disse que o bloco era composto em sua maioria pelo PCdoB e o presidente estadual do partido teria dito que o partido seria de oposição. “Mas ainda assim, eu digo, os vereadores do PCdoB têm votado a favor das matérias do governo. Não teria como eu dizer que são de oposição”. Batista disse ainda que vai trabalhar muito por diálogo e parceria entre Flávio Dino e Eduardo Braide.

O bloco é formado por Marquinhos (DEM), Beto Castro (Avante), Paulo Victor (PCdoB), Andrey Monteiro (Republicanos), Concita Pinto (PCdoB), Marlon Botão (PSB), Umbelino Junior (PRTN), Astro de Ogum (PCdoB), Coletivo Nós (PT) e Fátima Araújo (PCdoB).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *