Queiroga anuncia fim do estado de emergência em virtude da Covid-19 no Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fez um pronunciamento, em cadeia nacional de rádio e TV, de cerca de três minutos na noite deste domingo (17), para anunciar que está sendo encerrado o estado de emergência em saúde pública em função da covid-19.

Queiroga disse que nos próximos dias será editado um ato normativo com as regras para a medida. Desde o seu início, a pandemia de Covid-19 causou oficialmente a morte de mais de 660 mil brasileiros.

No pronunciamento, o ministro destacou que mais de 73% da população brasileira completou o esquema vacinal e mais de 71 milhões de doses de reforço foram aplicadas.

Com o fim do estado de emergência, somente no Ministério da Saúde, 170 regras podem ser impactadas com o fim da emergência sanitária.

Entre elas está a autorização de uso emergencial de vacinas e remédios.Pessoas que têm trabalhado no assunto dizem que estudam um meio de não prejudicar o uso da Coronavac, que tem autorização emergencial.

No último dia 13 de abril, a Organização Mundial da Saúde determinou que a pandemia de Covid-19 continua a ser uma “Emergência de Saúde Pública de Importânca Internacional”. A decisão da OMS seguiu o parecer do comitê de emergências da entidade, que reconheceu que o Sars-Cov-2, vírus causador da Covid, continua a ter uma evolução “imprevisível, agravada pela sua ampla circulação e intensa transmissão”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.