“Novo” ferry tem mais de 20 anos de uso e já se envolveu em acidente no Pará

O “novo” ferry boat José Humberto anunciado pelo governo do Maranhão foi cedido para a ServiPorto pela empresa Reicon. O ferry tem 25 anos e já atuava fazendo a travessia no Rio Amazonas no estado do Pará há quase 20 anos. O ferry com casco de aço tem 60 metros de comprimento e calado 1,87.

Em 2013, o ferry José Humberto se envolveu em acidente em um comboio com outras balsas e incêndio no convés de uma das balsas envolvidas no acidente. O Processo do Tribunal Marítimo Nº 28.951/14 inocentou os comandantes por concluir que o acidente foi causado por brusca mudança do tempo, provocando ventos fortes e visibilidade nula.

A embarcação passou por uma  reforma e adaptação no interior do Pará, antes de vir para o Maranhão fazer a travessia Ponta da Espera/Cujupe. Projetada para travessia calma no Rio Amazonas, precisou se adaptar para a traiçoeira maré da Baía de São Marcos.

O governador Carlos Brandão anunciou com pompa nas redes sociais a aquisição do ferry. “Já temos nova embarcação à serviço da população, em especial da baixada, como parte do sistema de travessia da Ponta da Espera até Cujupe. De alto padrão, a embarcação José Humberto navegou de Belém, no Pará, e chegou até a nossa capital um dia antes do previsto” anunciou.

Ferry José Humberto antes

 

Pelo menos passou por uma pinturinha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.