Agressão a repórter do Jornal Hoje: caso de polícia

Totalmente lamentável a ação de um grupo de desocupados que em plena segunda-feira a jornalista Monalisa Perrone,que a empurraram enquanto estava em um link ao vivo para passar informações sobre o estado de saúde do ex-presidente Lula.

Qualquer jornalista fica indignado com uma atitude destas (ou, pelo menos, deveria). mas é importante que o cidadão comum também se revolte. Duas pessoas, que com certeza, passaram horas esperando um link ao vivo da Globo para aparecer, agridem alguém que estava trabalhando para passar informações à população. Em plena segunda-feira, e ao invés de estarem trabalhando, estavam atrapalhando.

Agressão é crime e os dois “desocupados” podem ser facilmente identificados. Caso não seja tomada nenhuma atitude realmente séria agora, vão continuar achando que é “engraçado” o que estão fazendo. Não há nada de engraçado em se promover em troca da humilhação dos outros.

Fica minha solidariedade a Perrone, que, apesar da agressão, ainda teve a ombridade de pedir desculpas aos telespectadores por não ter conseguido passar as inforamções que tinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *