Lei não prevê quinto governador

Com a ascensão do quarto governador no Estado em menos de uma semana, já que o presidente do Tribunal de Justiça, Jamil Gedeon, assumiu nesta quarta-feira (3), pairou em muita gente a dúvida sobre quem seria o quinto na linha sucessória do governo do estado.

A Legislação não prevê uma alternância tão grande como a que ocorreu no Maranhão, até porque não haveria necessidade de Roseana passar o governo para outro somente pelo fato de estar fora do Estado, mas em um jogo de “gentilezas” foi feito este revezamento. Mas, se, por acaso, acontecesse algo com Jamil Gedeon neste momento em que governa o Estado, quem vai assumir?

Especialista consultado pelo blog afirma que apenas pela lógica sequencial poderia ser o vice-presidente da Assembleia Legislativa, Marcos Caldas (PRB). Porém, sem nenhuma previsão legal, apenas seguindo a lógica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.