Deputados veteranos colocam culpa na imprensa

Manoel Ribeiro não queria perder regalia e atacou a imprensa.

Seria cômico se não fosse trágica a justificativa dos deputados Manoel Ribeiro (PTB) e Tatá Milhomem para as regalias que os parlamentares maranhenses possuem em sua remuneração.  

Ribeiro que já foi presidente da Assembleia, disse que a imprensa é uma “gangue que está aí para derrubar o legislativo brasileiro”. Ribeiro disse ainda que pretendiam derrubar o Legislativo para voltar à ditadura. O discurso inflamado foi a última tentativa de salvar os três salários que foram definitivamente cancelados.

O outro deputado há “trocentos” mandatos, Tatá Milhomem pediu que a imprensa respeite a dignidade dos deputados.

Caros deputados extremamente acostumados a colocar em seu orçamento pessoal regalias pagas pelo contribuinte, se tem alguma categoria com maior pavor da didatura é a imprena. Em uma didatura, os primeiros perseguidos são os jornalistas.

Mas os parlamentares de loga data estão acostumados a outro tipo de tratamento pela imprensa. Eles acreditam que a função do jornalista é bajular e divulgar suas ações. É bom começarem a se acostumar com uma imprensa que realmente fiscaliza o parlamentar e denúncia práticas como esta que detrupam o uso do dinheiro público.

A imprensa está fazendo o que realmente tem que fazer. Gostem os senhores ou não!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.