Muito talento desperdiçado

A jogada de basquete Iziane tinha tudo para ser o maior ícono do esporte maranhense, mas o temperamento da garota não deixa ela desencantar na carreira para ser a nova Hortência ou Magic Paula do basquete feminino brasileiro.

A ala foi cortada da seleção nacional que disputará o torneio feminino de basquete nos Jogos Olímpicos de Londres. Atualmente diretora da Confederação Brasileira de Basquete, Hortência afirmou que tomou a decisão junto com a Comissão técnica por um ato de indisciplina, cometido fora de quadra, provocou o corte, mas não revelou qual foi o deslize da jogadora.

Iziane fica fora da segunda Olímpida que poderia participar. Ela ficou fora da última Olímpiada em Pequim, porque havia brigado com o técnico simplesmente porque não aceitava ficar no banco. O técnico a chamou para entrar em no meio de uma partida e ela se recusou.

Trise que uma jogadora com um potencial técnico tão grande não se tranforme em ídolo. Iziane é a melhor jogadora de basquete do Brasil e a mais complicada atleta do basquete mundial. Um enorme desperdício de talento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.