Edivaldo avalia problemas dos canais de São Luís

Os gastos de R$ 25 milhões do ex-prefeito João Castelo (PSDB) com os canais parecem terem sido jogados no ralo. É bom lembrar que durante a campanha eleitoral no ano passado, Castelo se vangloriou muito de ter sido o prefeito que olhou para as obras que ficavam embaixo da terra, sem tanta visibilidade, mas que melhorariam muito a vida do povo. Parece que não foi bem assim. A primeira grande chuva já ocasionou estragos na região Cohab-Cohatrac e Coroadinho, onde foram feitos os dois canais, que segundo Castelo, resolveriam o problema.

Ontem (13) o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) visitou o local na Cohab para começar a tomar as medidas para solucionar o problema. A equipe vistoriou a limpeza e desobstrução do canal da Cohab-Cohatrac, que teve suas saídas de escoamento de águas pluviais entupidas por dejetos e provocou alagamentos nas 43 casas construídas sobre o córrego e em várias ruas nas proximidades.

Diversas famílias tiveram que abandonar suas casas durante a noite. O prefeito já avalia a possibilidade de desapropriar estas residências. “A desapropriação é importante para que possamos realizar um trabalho que acabe com os problemas de enchentes e que vai beneficiar centenas de famílias”, relatou Edivaldo.

O secretário José Silveira Sousa informou que a obra de estrutura e recuperação do canal, iniciada na gestão passada, foi orçada em R$ 13 milhões e deveria ter sido concluída em setembro de 2011, mas somente 40% foi realizada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.