Juíza decreta prisão de Ribamar Alves por assédio sexual

Ribamar Alves

Ribamar Alves

A juíza Larissa Tupinambá, da comarca de santa Inês, decretou a prisão do prefeito do município, Ribamar Alves, por assédio sexual. Alves teria tentado beijar a magistrada à força no gabinete da comarca.

Larissa é respeitada por toda a magistratura maranhense. A Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA) deverá emitir uma nota ainda na noite de hoje sobre o caso.

A juíza é esposa do secretário municipal de Educação, Geraldo Castro. O secretário, que passou praticamente todo o dia em negociação com cooperados e terceirizados, ficou uma fera com mais essa bomba no final do dia. Larissa está a caminho de São Luís.

Ao blog do Gilberto Léda, Alves disse que esteve com ela rapidamente pela manhã para tratar de sua quitação eleitoral e que desconhece a denúncia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.