Coligação de Edinho recorre e caso PV segue no TSE

Candidatura de Sarney Filho segue ameaçada no TSE

PV recorre, mas candidatura de Sarney Filho segue ameaçada no TSE

O caso da conturbada coligação do PV com a coligação “Pra Frente Maranhão” ainda não irá retornar para que o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão reforme ou não a decisão. Após da decisão do ministro Henrique Neves que anulou a decisão do TRE-MA de aceitar a coligação do PV para deputado federal depois de o partido ter aprovado na convenção que sairia sozinho.

Lei mais: TSE anula decisão do TRE sobre PV e candidatura de Sarney Filho fica ameaçada

Nesta segunda-feira (1º), a Coligação Pra Frente Maranhão e o Partido Verde entraram com Agravo Regimental no próprio TSE (Protocolo: 23.151/2014). Na decisão de Henrique Neves do dia 28 de agosto, a decisão do TRE de liberar a coligação estaria anulada e o TRE-MA deveria reavaliar a questão. Com o recurso da Coligação do candidato Edinho Lobão, o caso ainda segue no TSE.

O Tribunal Superior Eleitoral terá sessão na próxima quinta-feira (4) quando ocaso poderá entrar em pauta. O mais provável é que somente na próxima semana. 

A confusão no PV deve-se a ata registrada no TRE-MA onde especifica apenas as coligações proporcionais, sem fazer nenhuma referência à aliança majoritária com a candidatura de Edinho Lobão. Sem a coligação majoritária, o PV não poderia coligar-se com nenhum outro partido que faça parte dessa coligação, e seria obrigado a disputar sozinho, o que dificulta alcançar os coeficientes eleitorais para eleger seus candidatos. O PV mudou a ata original e o TRE aceitou a modificação fora do prazo estipulado.

Quem mais está ameaçado com a possível retirada do PV da coligação de deputados federais é o candidato á reeleição, Sarney Filho (PV).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *