Flávio Dino afirma que Caema não será privatizada em seu governo

O governador Flávio Dino esclareceu por meio das redes sociais a polêmica envolvendo a possível privatização da Companhia de Saneamento do Maranhão (Caema).

A polêmica surgiu por conta de uma consulta do Programa de Parceiras Públicas Privadas (PPPs) e Concessões do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) sobre a possibilidade de privatização.

“O BNDES consultou-nos sobre o seu desejo de fazer estudos técnicos e sugerir eventuais caminhos para aumentar serviços de saneamento. No futuro, iremos debater esses estudos técnicos, desde logo excluindo hipótese de privatização da CAEMA, como já reiterei diversas vezes”, explicou o governador.

O governador disse que não teria porque impedir o estudo do BNDES, mas que segue investindo na Caema para que a companhia atenda da melhor forma possível. “Estamos investindo na CAEMA para que tenha maior eficiência e consiga prestar serviços de mais qualidade. É o que a população precisa muito”.

Mas o governador deu uma pista de que um serviço privado poderia ser complementar para ampliar o saneamento. “O que não abrimos mão é de buscar ampliação do saneamento, e estamos usando todos os caminhos para isso. Nosso foco é a população”.

1 pensou em “Flávio Dino afirma que Caema não será privatizada em seu governo

  1. A Caema nada mais é do que um elefante branco já que sua inutilidade é conhecida dos maranhenses, presta um desserviço, é sinônimo de ineficiência e serve como cabide de emprego para cargos comissionados, então bater no peito e dizer que não vai privatizá-lá é fazer proselitismo, quem sabe se privatizada o serviço melhora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *