Chico Gonçalves: “a oligarquia Sarney acabou virando sua própria assombração”

O ex-presidente José Sarney deu “uma aula sobre o governo das oligarquias” em artigo publicado neste fim de semana no jornal família Sarney. Essa foi a avaliação do jornalista e secretário de Estado, Francisco Gonçalves.

Gonçalves usou o Twitter para comentar “O medo e o sapo”, artigo de Sarney sobre episódios da história que envolveram perseguição política, mas se exime dessa cronologia. “Eu, quando fui governador, acabei com isso. Meu temperamento sereno, paciente, aberto ao diálogo, funcionou”, se vangloria Sarney.

Francisco Gonçalves encontra paralelo com as “assombrações” disseminadas pelo grupo Sarney em quase meio século de governos.

“Elas [as oligarquias] sempre governaram espalhando o medo. De tanto espalhar o medo, a oligarquia acabou virando a sua própria assombração”, disse Gonçalves no Twitter.

Sarney, fantasma dele mesmo

Criadores de “assombrações políticas” como o Caso Reis Pacheco e a fraude que acusava Flávio Dino de ligação com o crime organizado nas eleições de 2014, na campanha desse ano, os candidatos do grupo Sarney tem que enfrentar um fantasma particular: o próprio sobrenome, hoje sinônimo de poder, atraso e anos de opressão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.