Braide anuncia extinção da secretaria de relações parlamentares e criação da pasta da pessoa com deficiência

O prefeito Eduardo Braide anunciou em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (4) algumas mudanças na estrutura administrativa da gestão. Ele também anunciou mudanças fiscais para fomentar a economia.

“A pandemia trouxe uma série de dificuldades, principalmente econômica. Por isso, vamos aumentar o número de empresas com direito ao alvará de funcionamento. Hoje, o limite de faturamento é de R$ 70 mil e será maior”, afirmou o prefeito.

Braide também disse que irá desburocratizar este sistema para que as empresas que têm direito tenham acesso a este benefício, já que hoje muitas empresas que podem ser beneficiadas não são.

Reforma administrativa

Por enquanto, o prefeito anunciou a extinção de uma secretaria e a criação de outra, além da criação de uma subprefeitura.

Encaminharei a mensagem à Câmara criando a secretaria de pessoa com deficiência. Não criarei nenhum cargo. Essa secretaria virá da extinção da secretaria municipal de relações parlamentares. Esta nova secretaria dialogar com as outras”, pontuou.

Também foi anunciada a criação da subprefeitura da zona rural. O prefeito disse que ela será criada por lei e não por decreto como foram criadas outras subprefeituras anteriormente. Assim, a nova estrutura será fixa.

Outra mudança e a reorganização da secretaria de projetos especiais. Agora, ela será de inovação,  sustentabilidade e projetos especiais. “Todos os grandes projetos de São Luís terão olhar voltado para a sustentabilidade e olhar criativo”.

Outra reestruturação é da Fundação municipal do patrimônio histórico. Segundo o prefeito, ela terá muito mais protagonismo. “A Fundação teve um papel muito passivo nos últimos anos. Ela será empoderada pra dar muito mais resposta”, afirmou.

O prefeito disse que essa semana deve anunciar os nomes das pastas que ainda faltam.

1 pensou em “Braide anuncia extinção da secretaria de relações parlamentares e criação da pasta da pessoa com deficiência

  1. Amigos, independente da amizade entre o novo prefeito e o que saiu,Edivaldo Holanda, o Eduardo Braid precisará fazer uma grande auditoria para saber como foram gastos mais ou menos em noventa dias, o equivalente mais de 380 milhões,do empréstimo junto a Caixa Econômica e Banco do Brasil,onde não sobrou nenhum centavo. Contudo,onde há fumaça tem fogo e existem comentários que as empresas foram pagas sem o término de muitas obras. O Braid tem que ter a consciência agora,que o povo quer saber das promessas de campanha e é o dele que estar na reta e não do Edivaldo que saiu como um bonachão. Amigo, dinheiro para muitos em jogo ,não existe nem pai,mãe ou irmão. Faça um AUDITORIA URGENTE,OK!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *