Flávio Dino mostra o quanto a candidatura de Brandão é frágil ao admitir ficar no governo até o fim

Em entrevista à Carta Capital, o governador Flávio Dino (PSB) fez declarações que podem mudar os rumos da sua própria sucessão.

O socialista, ao ser questionado sobre o seu futuro político, não descartou o cenário no qual ele permaneça no Palácio dos Leões até o fim de 2022, abdicando, desta forma, de concorrer a única vaga ao Senado que será aberta.

“É a tendência mais forte [candidatura ao Senado]. Nós temos conversado, ainda com muita calma, nós estamos em agosto e o prazo de desincompatibilização é em abril; e o prazo para as convenções é julho e agosto. Ou seja, nós temos um ano até lá. Mas é a tendência mais forte. Há um outro cenário de permanecer no Governo até o fim, por que seria uma forma até de contribuir para proteção da democracia. Fazer do governo uma trincheira de resistência democrática”, afirmou o socialista.

A informação prestada pelo próprio Dino figura como uma ducha de água fria nos planos do vice-governador Carlos Brandão (PSDB), que aguarda o mês de abril para constatar a desincompatibilização do titular da cadeira e, desta forma, ter uma gestão estadual para chamar de sua e que possa pavimentar o seu projeto de reeleger-se.

A possibilidade de Flávio Dino permanecer no cargo até o fim do seu mandato também abre precedente para outras avaliações. Uma delas seria fortificar o nome do secretário estadual de Educação, Felipe Camarão (PT), e lança-lo como candidato ao Governo.

À Brandão, neste cenário, caberia um prêmio de consolação que poderia ser uma candidatura ao Senado ou ao cargo de deputado federal.

Camarão, vale destacar, se movimenta diariamente com o objetivo de estabelecer-se como uma espécie de terceira via. E o faz com a anuência do próprio Dino.

2 pensou em “Flávio Dino mostra o quanto a candidatura de Brandão é frágil ao admitir ficar no governo até o fim

  1. Vai ser o sonho realizado, ver o comunista ficar sem cargo público em 2023 e se Deus quiser ainda perder o governo do MA para um adversário que nao seja os Sarneys.

  2. Flávio Dino não tem escolha, por isso ele tenta desprestigiar Weverton em tudo que pode até aqui . Porque ele já viu que Weverton tem estatura pra bater de frente com ele, tanto que
    visitou logo foi a prefeita Maura Jorge, gerando fato político em todo o estado e com certeza desagradando o governador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.