Jeisael critica postura de laranja de pré-candidato do PSOL: “não existe numa candidatura séria”

Pré-candidato a governador pelo PSOL, Enilton Rodrigues participou na noite desta sexta-feira (25) de ato do pré-candidato a governador Carlos Brandão na Batuque Brasil, em São Luís.

Enilton não apenas participou do ato, como fez um discurso efusivo elogiando o “adversário” e o governador Flávio Dino. E em seu discurso, praticamente admitiu que quer ser candidato a governador para servir ao propósito da candidatura de Brandão. “Mantemos a nossa pré-candidatura ao governo do estado porque sabemos que temos um papel a cumprir, que é o de somar e contribuir para o debate para que o Maranhão continue avançado”, afirmou.

PSOL e Rede Sustentabilidade estão caminhando para uma federação. No Maranhão, a Rede é uníssona em defender a aliança com a candidatura de Weverton Rocha (PDT). O PSOL se divide entre candidatura própria e apoiar Weverton. Mas na soma dos votos, hoje venceria a tese de apoio ao pedetista.

Nome mais importante da Rede no Maranhão, o jornalista Jeisale Marx, que concorreu à prefeitura de São Luís nas últimas eleições, criticou muito a postura de “laranja” escancarada por Enilton no discurso desta sexta.

“Quando disputei a eleição para prefeito de São Luís, em 2020, ninguém me viu subindo em palanque de outro (pré) candidato. Simplesmente porque isso não existe numa candidatura que seja séria e pra valer. A não ser que o objetivo da candidatura seja outro: papel de auxiliar”, escreveu em suas redes sociais.

Quando Jeisael lançou sua pré-candidatura a prefeito da capital, muitos o criticaram afirmando que ele serviria a alguma candidatura para “bater” no adversário. E o que se viu foi uma campanha propositiva sem agressão a nenhum outro candidato que calou os críticos e foi muito elogiada.

A postura de “laranja” de Enilton certamente pesará nos rumos da federação PSOL-Rede, que ainda corre risco de não se concretizar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.