“Temos agora uma disputa para quem vai decretar primeiro o fim da pandemia” diz Carlos Lula

O Presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Lula, diz em entrevista à BBC que “quem determina” o término da pandemia é a Organização Mundial de Saúde (OMS)

Com a atenção voltada para o debate sobre o fim das medidas de restrições sanitárias e que a covid seja classificada como uma endemia no Brasil, o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, em entrevista concedida à BBC, nesta quarta-feira (9), considerou precipitado decretar o fim da pandemia.

“Assim como tivemos a corrida para ver quem conseguia vacinar antes, temos agora uma disputa para quem vai decretar primeiro o fim da pandemia, com o objetivo de colher os frutos políticos disso”, destacou o presidente do Conass, Carlos Lula.

Carlos Lula enfatizou que cabe a Organização Mundial de Saúde (OMS) alterar a classificação do cenário da covid-19 para endemia.

“E, por mais que exista muita vontade política por trás desses anúncios, quem deve pautar essa decisão é a Organização Mundial da Saúde (OMS). É ela que determina quando a pandemia vai terminar, assim como aconteceu em outros episódios do passado”, complementa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.