Carlos Lula anuncia reforma de hospital municipal e destina ambulância para São Domingos do Azeitão

 O secretário de estado da Saúde do Maranhão, Carlos Lula, esteve reunido na manhã desta terça-feira (31) com a população do município de São Domingos do Azeitão. Para fortalecer a rede de saúde, o gestor fez a entrega de uma ambulância equipada e anunciou a reforma do hospital municipal.

Acompanhado do governador Flávio Dino, do prefeito Lourival Leandro dos Santos Junior , de secretários de estado e autoridades municipais, Carlos Lula anunciou os investimentos na área da saúde para o município de São Domingos do Azeitão.

“Precisamos dar condições para que as pessoas sejam tratadas. Por isso temos muitas novidades para o estado no campo da saúde. A população de São Domingos do Azeitão será beneficiada com a nova ambulância e a reforma do hospital municipal. Por isso a união de esforços fortalece a rede de cuidados para população e impacta positivamente na melhoria da qualidade de vida das pessoas”, frisou Carlos Lula.

Ambulância

Para o transporte sanitário dos pacientes, a ambulância conta com prancha, maca, umidificador, cadeira de rodas, cilindro e bala de transporte para oxigênio para o transporte sanitário seguro da população.

Carlos Lula anuncia recursos para ampliar a radioterapia do Hospital Aldenora Bello

Nesta quinta-feira (26), o secretário Carlos Lula esteve no Hospital Aldenora Bello, para anunciar o investimento do Governo do Maranhão em mais de R$ 8,2 milhões. Os recursos serão destinados a ampliação do serviço de radioterapia e outros serviços oncológicos.

“Vamos acabar com a agonia da pessoa com câncer só comecar o tratamento depois de meses. O financiamento do serviço está garantido pelo Governo do Maranhão”, disse o secretário Carlos Lula.

Com o investimento do Governo do Maranhão, o Hospital dobra sua capacidade mensal para atendimento aos pacientes com câncer.

“Teremos uma velocidade maior de saída dos pacientes, conseguindo zerar a espera e possibilitar um tratamento de qualidade para todos os maranhenses”, comemora o vice-presidente presidente do hospital, Antônio Dino.

O custeio para manutenção e ampliação do serviço de radioterapia do hospital filantrópico vai beneficiar centenas de maranhenses por meio dos recursos do Governo do Maranhão.

O Lula da Saúde também é o Lula da Obra

O secretário Carlos Lula esteve acompanhado do governador Flávio Dino e do ex-presidente Lula no início da vacinação com a segunda dose dos operários do Hospital da Ilha, nesta quinta-feira (19). Os trabalhadores estão envolvidos na obra do maior hospital público construído pelo Governo do Maranhão.

“A vacina tem que ir para perto das pessoas, a gente tem que facilitar o acesso das pessoas à vacinação. A gente sabe que o pessoal da construção civil entra muito cedo e sai muito tarde, teria dificuldade de ter acesso a pontos centralizados, então a gente descentralizou e atingiu quase 100% de vacinação desses profissionais na capital”, disse Carlos Lula.

O ex-presidente Lula aplaudiu a iniciativa de Carlos Lula em aproximar a vacinação dos trabalhadores da construção civil. “O que eu quero é derrotar este vírus, que tá matando tanta gente no Brasil. Esse negócio de vacinar as pessoas em seu local de trabalho é uma coisa excepcional”, elogiou.

Flávio Dino também destacou a importância da atuação de cada trabalhador na obra do Hospital da Ilha. “É o maior complexo hospitalar do Maranhão que vai começar a ser entregue em dezembro, a primeira fase. Com isso, todos vocês vão ter o orgulho de passar nesta avenida [São Luís Rei de França] e dizer que construiu o maior e melhor hospital do Maranhão”, disse.

“Ele ajudou muita gente a não morrer”, diz profissional de saúde sobre Carlos Lula

Durante um encontro casual com o secretário Carlos Lula, no Polo Coroado, uma profissional da saúde, Viviane, fez um relato emocionante e agradeceu a atuação do gestor no enfrentamento à pandemia da Covid-19. O vídeo viralizou nas redes sociais.

“Eu disse que se um dia eu encontrasse o senhor, eu iria lhe dizer isso. Obrigada mesmo porque ele ajudou muita gente a não morrer”, disse.

De acordo com o Painel Congresso em Foco, do site UOL, a afirmação está correta. Observe o gráfico abaixo. O Maranhão tem o menor número de óbitos por Covid-19 por 100 mil habitantes.

Sem dúvidas, Carlos Lula evitou uma tragédia sem precedentes. Não à toa, por seu desempenho, ele tem sido porta voz nacional de todos os Secretárias de Saúde do país.

Em outras eras, o estado seria destaque negativo no cenário nacional. Vale este lembrete: no meio do caos, Carlos Lula apareceu para virar o jogo a nosso favor.

Carlos Lula anuncia vacinação de adolescentes no Maranhão

O Secretário de Estado de Saúde, Carlos Lula, anunciou que a partir desta semana, a secretaria em parceria com as prefeituras, inicia a vacinação para adolescentes nas escolas da rede estadual.

Segundo ele, o público alvo serão adolescentes de 12 à 17 anos que receberão a vacina Pfizer.

Carlos Lula reforça estratégia para vacinar 100% da população adulta em Afonso Cunha

No Arraial da Vacinação promovido pelo Governo do Estado e a Prefeitura de Afonso Cunha, os afonsenses aderiram ao chamamento do secretário estadual da Saúde, Carlos Lula. O público de pessoas maiores de 18 anos compareceu em massa, quarta-feira (21), para vacinação contra a Covid-19. A cidade se empenha na imunização da população e na busca pela conquista da meta de 100% vacinada.

Com a mobilização a favor da imunização, Carlos Lula foi recebido ao som de composições juninas acompanhada de faixas, homenagens e o reconhecimento das autoridades locais sobre a significativa atuação no combate à pandemia.

A atitude de Carlos Lula ganhou destaque no município de Afonso Cunha e região. O prefeito Arquimedes Bacelar disse ser de grande importância a presença do gestor na cidade. E acrescentou: “Possivelmente seremos a terceira cidade do estado 100% imunizada. Carlos Lula tem a sensibilidade de ajudar o seu povo e vejo sua presença em todo canto tratando do combate ao Covid”, disse o prefeito que também reconheceu o empenho do governador Flávio Dino no enfrentamento da pandemia.

Carlos Lula ressaltou que Arraial da Vacinação impulsionará o alcance da imunização de 100% da população adulta com a D1 no município de Afonso Cunha. “É fundamental entender o ritmo da vacinação e nós temos corrido muito para vacinar mais rápido a população do Maranhão com a primeira e a segunda dose. Sabemos do trabalho e do esforço do prefeito Arquimedes no município. O governo do Estado e a Prefeitura de Afonso Cunha estão trabalhando no mesmo sentido que é imunizar todo mundo mais rápido possível e controlar a pandemia”, destacou Carlos Lula.

Reforma do hospital

Em Afonso Cunha, o secretário Carlos Lula anunciou também a reforma estrutural do Hospital Municipal. Serão aplicados serviços como pintura, reboco, com verificação das partes elétrica e hidráulica, entre outros.

Carlos Lula destaca importância de adesão ao Selo Unicef

O secretário de Estado de Saúde, Carlos Lula, fala sobre a parceria do Governo do Maranhão para a promoção do Selo Unicef nas cidades maranhenses.

Em vídeo, Lula destacou a importância da adesão ao Selo Unicef. “Em tempo de pandemia, onde a maior parte desses jovens permanecem em casa sem atividade escolar presencial ou atividades culturais esportivas, o desafio é gigantesco, mas não podemos nos omitir, a responsabilidade com cada um. A adesão é muito importante”, disse o secretário.

Para ele, é preciso envolver várias esferas de governo para a melhoria dos indicadores de saúde das crianças no Maranhão. “O esforço da Secretaria de Saúde com as demais secretarias na articulação com os municípios é fundamental”, ressalta. A adesão do município pode ser feita até 8 de agosto.

O Selo UNICEF é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para estimular e reconhecer avanços reais e positivos na promoção, realização e garantia dos direitos de crianças e adolescentes em municípios do Semiárido e da Amazônia Legal brasileira.

Carlos Lula articula Hospital Regional para Barra do Corda

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, articula a realização de um sonho antigo da população de Barra do Corda e região: O Hospital Regional.

“Em breve, teremos a instalação de um Hospital Regional na cidade. Uma unidade de saúde moderna, equipada e que oferecerá serviços de qualidade aos usuários”, disse o secretário.

Lula se reuniu com o vice-governador Carlos Brandão, o prefeito de Barra do Corda, Rigo Teles e equipe.

O secretário tem buscado garantir investimentos em diversas cidades do Maranhão.

São Luís recebe 1 a cada 5 vacinas destinada ao Maranhão

“Que retenção é essa se São Luís está vacinando hoje 18 anos?”, questiona o secretário da Saúde do Estado, Carlos Lula, em entrevista ao Ponto Continuando, nesta terça-feira (22). A indagação diz respeito as polêmicas envolvendo Governo do Estado e Prefeitura no processo de vacinação da capital.

O secretário Carlos Lula explicou que a capacidade de acelerar a vacinação em São Luís se deu porque todas as doses da capital foram devidamente entregues. “Qual é razão para eu estar estocando doses?! Eu quero que todo mundo se vacine”.

De acordo com dados do LocalizaSUS, do Ministério da Saúde, a capital maranhense recebeu 1 em cada 5 vacinas enviadas ao Maranhão. Se o critério do órgão federal fosse o percentual da população total do estado, São Luís, que concentra 15% da população, receberia pouco mais de 560 mil doses. Bem menos que as mais de 815 mil já recebidas pela Prefeitura.

No Maranhão, apenas seis cidades estão com a campanha de vacinação acelerada e contemplam o público de 18 anos, são elas: São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Raposa, Alcântara e Cajari.

Embora tenha alcançado a faixa etária de 18 anos, o escalonamento acelerado por faixa etária da Prefeitura – com meta de chegar rapidamente ao público mais jovem – deixou sem acesso à primeira dose de vacinação quase 200 mil pessoas. Nesta terça (22), a prefeitura publicou nas redes sociais a interrupção da vacinação com a primeira dose.

Além de São Luís, as capitais Campo Grande, Florianópolis, João Pessoa, Aracaju, São Paulo, Porto Alegre e Salvador também haviam suspendido a aplicação da 1ª dose por falta do imunizante.

O Governo Federal já prometeu uma nova entrega nesta semana.

Em entrevista à CNN Brasil, Carlos Lula alerta sobre a necessidade de vacinar rapidamente a população brasileira

Na segunda-feira (21), o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde e titular da Saúde no Maranhão, Carlos Lula, em entrevista à CNN Brasil, falou quanto a meta firmada pelo Ministério da Saúde sobre a vacinação de adultos com mais de 18 anos até o fim de 2021.

“Esperamos que esse ritmo acelere daqui para frente. Desde meados de fevereiro nós tínhamos uma estimativa que de fato a vacinação no país acelerasse a partir de julho porque era quando acreditávamos que as maiores nações já teriam vacinado sua população e, portanto, teria no mercado mais vacinas para o mundo inteiro”, alertou o presidente do Conass, Carlos Lula.

Sobre a meta de imunizar os adultos com mais de 18 anos até o final do ano, Carlos Lula disparou: “É uma meta ousada, mas desejada por todos nós. A gente tem feito esforços junto com o Ministério da Saúde para conseguir atingir [a meta] até o final do ano”.

Carlos Lula disse ainda que “O número de casos e óbitos está aumentando. Isso implica na necessidade de vacinar rapidamente e continuar mantendo as medidas de contenção”.

Mais de 500 mil óbitos

Em 19 de junho deste ano, o Brasil atingiu a marca de mais de 500 mil vítimas fatais da Covid-19, sendo mais de 300 mil somente nos últimos cinco meses. Em nota, o Conass disse que “É urgente ainda que a gestão federal do SUS fortaleça o pacto federativo e volte a assumir o importante papel de coordenador do sistema. Além disso, discussões sobre a modernização do sistema de saúde, quando necessárias, devem ser amplas, envolvendo governos federal, estaduais e municipais e representantes da sociedade”.