Governo Dino/Brandão não cumpriu quase 70% das promessas de campanha

A gestão de Flávio Dino (PSB) e Carlos Brandão (PSB) cumpriu, em três anos e meio de mandato, 36% das promessas feitas durante a campanha eleitoral para o governo do Estado em 2018.

Os dados são do levantamento do g1, divulgado nesta quarta-feira (27), e considera os 57 compromissos assumidos pelos candidatos antes da reeleição e que podem ser avaliados (entenda mais abaixo os critérios das promessas).

Ao todo, 21 promessas foram totalmente cumpridas durante este período. Entre elas, estão compromissos nas áreas de direitos humanos e sociais, economia, infraestrutura e segurança pública.

Em relação aos outros 36 compromissos, 29 foram cumpridos em parte, pois possuem pendências; e sete ainda não foram cumpridos completamente. Veja, mais abaixo, a metodologia usada para a avaliação.

O resultado da avaliação das promessas é:

Cumpridas: 21
Em parte: 29
Não cumpridas: 7
Metodologia

O G1 acompanha durante os quatro anos de mandato os cumprimentos das promessas de campanha dos políticos.

Quais são os critérios para medir as promessas?

Não cumpriu ainda: quando o que foi prometido não foi realizado e não está valendo/em funcionamento

Em parte: quando a promessa foi cumprida parcialmente, com pendências

Cumpriu: quando a promessa foi totalmente cumprida, sem pendências

Ou seja, se a promessa é inaugurar uma obra, o status é “cumpriu” apenas se a obra já tiver sido inaugurada; caso contrário, é “não cumpriu”. Se a promessa é construir 10 hospitais e 5 já foram inaugurados, o status é “em parte”. Se a promessa é inaugurar 10 km de uma rodovia e 5 km já foram entregues à população, o status é “em parte”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.