Cutrim ataca Sistema Mirante: “campanha criminosa, hedionda”

Raimundo Cutrim

Raimundo Cutrim

O deputado Raimundo Cutrim (PSD) “soltou os cachorros” contra o sistema Mirante de comunicação nesta quinta-feira (25) na tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão. Tudo por conta de ter novamente seu nome lembrado no caso do assassinato do jornalista Décio Sá e em esquema de grilagem de terras. Cutrim disse que irá novamente pedir a instalação da CPI da agiotagem para limpar seu nome.

“Não posso calar diante disto que estão fazendo comigo. Eu não mereço isso. É uma campanha criminosa, hedionda, comandada por alguns profissionais do Sistema Mirante, bem como do jornal O Estado do Maranhão. É uma tentativa de assassinato moral, é um atentado contra a moral de um cidadão de bem. E isso é vergonhoso para o nosso Estado”, disse.

Cutrim também acusou a Procuradoria Geral de Justiça teria engavetado seu pedido de investigação sobre possível montagem no depoimento do assassino Jhonatan Silva, que teria citado o nome do deputado.

“Faço esta sugestão: que se instale aqui nesta Casa a CPI da agiotagem, para que a gente possa ir a fundo, saber quem é envolvido, saber quem não é. E serei o primeiro a assinar este requerimento. Se ninguém quiser assinar, eu assino. Mas faço o pedido para que os colegas todos assinem, vamos fazer uma CPI com isenção, buscar a verdade, para que a gente possa esclarecer todos estes fatos”, ressaltou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.