Nunca é demais lembrar que não existe apenas um PT

Todo cidadão admirador sensato da bonita história do Partido dos Trabalhadores concorda que existe PT e PT. Um PT que é  ligado à história de lutas e aos movimentos sociais e outro que afeiçoado ao poder, teve que se aliar a personagens da política mais abominável da República Pós-Ditadura. O primeiro PT é que deve interessar a membros de uma ideia de política diferente. Já o segundo interessa a quem tem pensamento semelhante a eles: vale tudo pelo poder.

PT de Manoel da Conceição: venerável

PT de Manoel da Conceição: venerável

O primeiro PT representado por figuras históricas, que não abandonaram os ideias do partido da década de 80. Manoel da Conceição, um dos fundadores do PT mantém acessa a chama do PT contra oligarquias regionais e coronelismo. A mesma ala era representada há pouco tempo, mesmo o maranhense Domingos Dutra.

O outro PT representado principalmente por José Dirceu mancha a bonita história deste partido. O próprio Dirceu, que lutou contra a ditadura, mancha sua história. Este PT deve ser condenado por todos os brasileiros de bem. Dirceu operou a política de alianças do PT com Sarney, Collor, Renan Calheiros, entre outros. Operou o mensalão para manter a base aliada do partido no Congresso. Isso deve ser rechaçado e o Brasil deve pedir punição mesmo para que o PT reflita no que está se tornando.

O governo do PT inegavelmente trouxe avanços para o Brasil em um período curto. O programa Bolsa Família, muito criticado por nossa elite, sempre foi elogiado por este blogueiro, como uma forma de distribuição de renda em um país tradicionalmente concentra a renda nas mãos de pouquíssimos. Basta verificarmos que em países desenvolvidos da Europa, existem programas sociais com “esmolas” muito maiores. O Brasil ganhou prestígio internacional e teve um crescimento muito grande nos governos do PT.

PT de Zé Dirceu: condenável

PT de Zé Dirceu: condenável

Todos devem ter orgulho do PT pelo que o partido fez pela história do Brasil, mas condenar a fórmula do para se manter no poder. A condenação de mensaleiros é importante para o próprio PT repensar seu modus operanti para se manter no poder central.

Blogs alugados pelo governo do estado do Maranhão tentam passar a ideia de que a oposição teria dois lados pois critica o PT quando se fala em Mensalão e quer seu apoio quando se fala em tempo de televisão.

Acredito que eleitoralmente, o PT não é bom para a oposição, tanto porque é marcado pelos mensaleiros quanto porque o tempo de televisão de PSB e PSDB compensam. Mas ideologicamente, o PT na oposição seria bom para o próprio PT resgatar sua imagem diante da opinião pública. Principalmente pelo desgaste no Maranhão após as desfiliações de Dutra e Bira do Pindaré.

A oposição não me parece ter dois lados, mas o lado de um dos dois PTs. O PT tem história de lutas e uma administração boa. Mas uma relação política e de alianças condenável. Viva o PT e cadeia para os mensaleiros!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *