Ricardo Diniz se reúne com Sindeducação durante paralisação nacional

RicardoDinizO vereador Ricardo Diniz participou da reunião promovido pelo Sindicato dos Profissionais do Magistério da Rede Municipal de São Luís (Sindeducação), na manhã desta terça-feira, dia 18 de março. A reunião aconteceu na sede do sindicato, na Cohab, aproveitando a paralisação nacional dos educadores promovido pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, que começou dia 17 e se encerra hoje, dia 19 de março.

Entre as reivindicações estão o cumprimento da lei do piso, carreira e jornada, investimento dos royalties de petróleo na valorização da categoria, votação imediata do Plano Nacional de Educação, destinação de 10% do PIB para a educação pública e contra a proposta dos governadores e o INPC.

Durante a reunião os professores denunciaram várias problemáticas enfrentadas na rede municipal de ensino. A professora Selma Pires, da UEB Maria de Jesus Carvalho, da Vila Palmeira, relatou que na escola não há material de expediente e que os professores tiram dinheiros do bolso para comprar material básico, como por exemplo papel chamex. A educadora Maria Madalena Santos, da UEB Mário Andreazza, na Liberdade, relatou que há salas de aula com o forro caindo, o que coloca em risco a vida dos alunos.

O professor de educação física da UEB Ronald Carvalho, professor Mário de Andrade, informou que há sete anos luta para restaurar a quadra da escola e que não tem retorno algum. “Aqui nem o teste biométrico fazemos”, ressaltou o professor.

A presidente do Sindeducação, Elizabeth Castelo Branco, ressaltou que a presença de parlamentares na reunião teve o objetivo de aproximá-los da categoria que juntos obtivessem mais conquistas perante o poder executivo. “Pela primeira vez temos o presidente da Comissão de Educação da Câmara dos Vereadores de São Luís em uma reunião do sindicato. Isso é importante para que possamos cobrá-los contar com o apoio deles em nossos pleitos”, ressaltou.

ATUAÇÃO

O vereador Ricardo Diniz ressaltou que poderá buscar vários pleitos em prol dos profissionais de educação, entre eles a questão da aposentadoria. “Vamos buscar os meios para que o profissional de educação possa gozar da aposentadoria assim que der entrada no processo e não apenas quando este processo for encerrado”, relatou o vereador. Outro ponto que ele se comprometeu em buscar foi a suspensão do direito à licença prêmio do profissional de educação, assinada pelo ex-secretário Alan Kardec.

Ricardo Diniz ainda levantou tópicos importantes para os profissionais da área de educação, entre eles a dedicação exclusiva. “Além de promover os direitos desses profissionais, penso e, levar o escoteirismo para as escolas, a fim de que possa ser um disseminador de boas práticas para os alunos e professores, sempre somando ao que já existe”, ressaltou o vereador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *