Osmar Filho prorroga suspensão das atividades presenciais da Câmara de São Luís até 11 de junho

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT) prorrogou por mais uma semana a suspensão das atividades presenciais, com o objetivo de evitar contaminações pelo novo coronavírus, responsável pela pandemia. Dessa forma, os serviços presenciais no parlamento estão suspensos até dia 11 de junho.

Os servidores da Casa continuarão exercendo suas funções através do home office. Já as sessões continuarão sendo realizadas por meio do Sistema de Deliberação Remota, como vinha acontecendo na última semana.

Medidas – A prorrogação da suspensão das atividades presenciais na Câmara Municipal de São Luís acompanha as mais recentes medidas de combate ao coronavírus, anunciadas pelo governador Flávio Dino (PCdoB).

Osmar Filho confirma que será candidato a deputado estadual em 2022

O presidente da Câmara de Vereadores, Osmar Filho, concedeu uma entrevista ao Programa Ponto Continuando para falar da atuação e das ações da Casa Legislativa de São Luís.

Osmar falou da modernização da estrutura física e capacitação dos servidores da Câmara. Uma das mudanças foi a plataforma do processo legislativo, onde o parlamentar dar entrada e acompanha a tramitação dos seus projetos, requerimentos, etc. Outra inovação foi um aplicativo que possibilitou a população acompanhar mais de perto as atividades parlamentares.

Filho também destacou o consórcio para aquisição de vacinas contra a Covid-19 e disse que os vereadores já se colocaram a disposição para destinar emendas.

Sobre a sucessão do governador Flávio Dino, Osmar acredita no consenso. “Defendemos e acreditamos que critérios serão definidos e quem se posicionar melhor dentro dos critérios, acredito que vá representar o grupo liderado pelo governador Flávio Dino como cabeça de chapa”, disse o parlamentar.

Filho disse que Weverton reúne as melhores condições para ser o escolhido como candidato do grupo ao Governo do Estado. Segundo ele, o senador conhece o estado, tem relação política e um grupo consolidado.

Sobre suas pretensões políticas, Osmar disse que pretende disputar uma vaga na Assembleia Legislativa para contribuir com a defesa do municipalismo e buscar melhorias para o Maranhão. “Nosso nome está à disposição como pré-candidato a deputado estadual”, disse.

Além da política e eleições 2020, o presidente da Casa Legislativa falou das principais pautas discutidas nos últimos meses.

Braide descarta candidatura ao Governo do Estado

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide concedeu uma entrevista ao programa Ponto Continuando, da Rádio Educadora AM 560.

Questionado sobre a parceria da Prefeitura e do Governo do Estado, Braide disse que as portas da Prefeitura estão abertas para todas as parcerias para o bem da cidade. “A atuação tanto do Governo do Estado, como da Prefeitura de São Luís, agora na pandemia, com a abertura de novos leitos, o estado abrindo leitos de um lado, município abrindo leito por outro, fez com que São Luís conseguisse estar numa situação privilegiada em relação a outras capitais do País. Inclusive, diminuindo as medidas restritivas que foram tomadas esse ano”, disse o gestor.

O chefe do executivo ainda disse que existe uma parceria firmada por meio de um termo de cooperação para regularização fundiária em São Luís, entre outras ações importantes. “Todas as ações que a gente puder fazer para melhorar a vida de quem mora em São Luís, a prefeitura sempre vai estar de portas abertas para fazer essa parceria”, disse.

Sobre a relação com Câmara de Vereadores, Eduardo disse que tem um bom relacionamento com os vereadores de São Luís e que a Câmara tem um papel importante em aprovar projetos e contribuir com participações que são fundamentais para a cidade.

Ao ser questionado sobre as eleições de 2022, o gestor disse que todas as energias estão concentradas no enfrentamento da pandemia. Braide descartou uma eventual pré-candidatura ao Governo do Estado e reafirmou que sua intenção é continuar prefeito, mas que fará parte da discussão sobre o próximo pleito.

Ainda durante a entrevista, o gestor falou sobre os primeiros meses de gestão e as medidas adotadas no enfrentamento da Covid-19. Braide também falou sobre o planejamento das voltas as aulas. Citou que a prefeitura tem trabalhado para reformar as escolas, além de garantir todas as medidas sanitárias para o retorno das atividades escolares.

Em primeira mão, o prefeito anunciou que já iniciaram as tratativas para o projeto de apoio e incentivo ao comércio informal. Braide falou sobre o pagamento dos funcionários públicos municipais, que vem mantendo em dias. Também esclareceu que a saída da vice-prefeita da Secretaria de Educação foi devido a necessidade de tê-la ao seu lado, acompanhando sua agenda.

Justiça determina retorno de Calvet Filho ao cargo de prefeito

No início da manhã desta segunda-feira (24), a juíza Karine Lopes de Castro da 1ª vara de Rosário, reconhecendo as ilegalidades praticadas pela Câmara de Vereadores contra Calvet Filho (PSC).

Para evitar desrespeito e atropelamento das normas, a magistrada fixou uma multa diária de R$ 20.000,00, considerando o valor suficiente para desestimular novas condutas contrárias às decisões judiciais.

Osmar Filho ratifica compromisso com políticas públicas direcionadas para as mulheres

Acompanhado da sua esposa, Clara Gomes, o presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), participou, ontem, da cerimônia de retomada dos trabalhos da Procuradoria da Mulher do Parlamento ludovicense.

A Procuradoria, que será presidida pela vereadora Concita Pinto (PC do B) neste biênio, foi criada por Osmar ainda na sua primeira gestão e ratifica o compromisso do pedetista com as causas femininas e luta pela garantia dos direitos das mulheres da capital.

“A Câmara Municipal de São Luís tem priorizado a realização de políticas públicas para as mulheres. Na nossa primeira gestão, como presidente, nós instituímos a Procuradoria da Mulher, para, de fato, deixar registrada esta política prioritária aqui na Câmara. Então, agora, existe um órgão na Câmara Municipal para amparar as mulheres, especialmente aquelas que estejam em situação de vulnerabilidade por alguma situação”, comentou Osmar.

Vereador de São Luís chama ministros do STF de “vagabundos”

Em sessão ordinária na Câmara de Vereadores de São Luís, o vereador Marquinhos fez um discurso defendendo o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Durante sua fala, o parlamentar criticou a esquerda e atacou o Supremo Tribunal Federal, STF, chamando a maioria de ministros de “vagabundos”.

“O Supremo Tribunal Federal, a maioria daqueles ministros são tudo vagabundos, a maioria deles não tem amor pela pátria, a maioria deles não estão ali como guardiões da nossa Constituição, mas estão ali pra fazer ativismo político e para sucumbir a democracia do nosso País”, atacou o vereador Marquinhos.

Ainda em sua fala, ele citou o nome do Ministro Gilmar Mendes e disse que ele pagará um preço alto. “Existe um Ministro, que sinceramente, vai prestar conta com Deus e vai pagar um preço muito alto, que é esse senhor de Gilmar Mendes”, completou.

Câmara Municipal de São Luís retoma as atividades presenciais na segunda-feira

A Câmara Municipal de São Luís retomará às atividades presenciais na segunda-feira, dia 3 de maio. Mesmo com a volta, a Casa continuará seguindo todos os rígidos protocolos sanitários para evitar contaminações pelo novo coronavírus.

Dessa forma, será feito um retorno gradativo às atividades, em virtude da diminuição dos casos de Covid-19 na capital maranhense. A circulação de pessoas nas dependências do Palácio Pedro Neiva de Santana, sede do legislativo municipal, seguirá restrita para que sejam evitadas as aglomerações.

Além disso, continuará sendo feita a aferição da temperatura de todas as pessoas que ingressarem na Câmara. Os pontos de álcool em gel também estarão à disposição para que os servidores, parlamentares e visitantes possam higienizar as mãos.

Possível mudança de Cadeiras na Câmara de Vereadores de São Luís

O Partido Cidadania 23, aparentemente é o verdadeiro dono da cadeira na Câmara de Vereadores de São Luís, cadeira hoje ocupada por Karla Sarney, filiada ao PSD, o que tem sido de longa espera, e dificuldade inexplicável para o partido Cidadania 23, que de fato atingiu votação superior ao partido PSD.

Conforme cálculo das sobras, o partido Cidadania, nas Eleições Municipais Proporcionais do ano de 2020 obteve 11.060, dos quais 10.754 votos para candidatos e 306 votos para legenda. Em lado oposto, o partido PSD obteve 11.137 votos, dos quais 10.944 votos para candidatos, e 193 votos para legenda.

A superioridade de votos do partido CIDADANIA, detentor da cadeira na Câmara Municipal, passa pelo imbróglio de validação dos votos obtidos por Wilson Nunes Ferreira, o Wilson Picolezeiro, que obteve concorrendo ao cargo de vereador pelo partido cidadania o número de 244 votos, que ainda não foram validados sob a justificativa de dupla filiação de tal candidato.

Ocorre que o partido Cidadania ajuizou ação de cancelamento de filiação com reversão de filiação legítima, através do processo nº 0600029-85.2020.6.10.0010, afirmando que Wilson Nunes preencheu ficha e pedido de filiação junto ao partido Cidadania 23, gerou boletos de dívidas partidárias que foram tempestivamente pagos pelo filiado na data de 28.03.2020, antes do fim do prazo de filiação (04.04.2020), e que tais documentos consistem em provas bilaterais, conforme entendimento do TSE.

Corrigindo-se tal erro de percurso, o vereador eleito pelo cálculo das sobras seria Nogueira Protetor, filiado ao Cidadania 23, conhecido defensor da causa dos animais, cuja trajetória política recente atingiu patamares impressionantes e promissores, uma vez que o partido Cidadania irá concorrer ao cálculo das sobras com o total de 11.304 votos, enquanto o PSD de Karla Sarney apenas obteve o total de 11.137 votos.

Prefeitura decreta luto de três dias pela morte de Batista Matos

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, decretou luto de três dias no município, em respeito à memória do vereador Batista Matos, que morreu nesta quarta-feira, 31, vítima de complicações da covid-19.

“Batista era reconhecido por sua fé em Deus, extremamente dedicado à sua família e ao povo de São Luís. Como jornalista, tinha uma grande capacidade de diálogo e conciliação, sempre preocupado em ajudar ao próximo”, disse em nota.

“Nossa cidade perde uma referência na política e eu perdi um amigo. Neste momento de tamanha dor, me uno à Liana, sua esposa; seus filhos, Samuel e Daniel; demais familiares e admiradores do seu trabalho. Peço a Deus que conforte o coração de todos”, finalizou Braide.

Morre o vereador Batista Matos por complicações da Covid-19

Morre o vereador de São Luís, Batista Matos, nesta quarta-feira, 31, em decorrência de complicações da Covid-19.

João Batista Matos Viana Pereira, mais conhecido como Batista Matos, tinha 46 anos, era jornalista. Formado em Rádio e TV pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), atuou nos jornais O Estado do Maranhão, O Imparcial e nas rádios Mirante AM e FM Esperança.

Em 2004, foi candidato a vereador pelo Partido Liberal (PL). Já em 2008, concorreu pelo Partido Popular Socialista (PPS), ficando como suplente.

Assim como em 2008, Batista Matos foi suplente outras três vezes: em 2012, disputando novamente pelo PPS; em 2016, ao concorrer pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB); e em 2018, ao concorrer a deputado federal pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC).

Em 2020, disputou as eleições de São Luís para vereador pelo Patriota, chegando ao êxito.

Batista Matos foi, também, secretário de comunicação da Prefeitura de São Luís, no primeiro mandato (2012-2016) do atual prefeito Edivaldo Holanda (PDT) e secretário adjunto de esporte, na gestão do ex-prefeito João Castelo (PSDB).