Mais IDH: governo acabará com escolas de taipa dos 20 piores municípios

governador Mais iDHDo site Maranhão da Gente

Ações emergenciais serão desempenhadas ainda este ano para a substituição de escolas de taipas nos 30 municípios maranhenses listados como os detentores do pior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil. A afirmativa foi anunciada, por meio do governador do Maranhão, Flávio Dino,  durante a 1ª reunião para o levantamento do plano de ações para o Mais IDH , programa implantado em seu governo.

Além da situação estrutural das escolas, mais assuntos relativos à educação, como o combate ao analfabetismo foram discutidos no auditório do Palácio dos Leões. Na lista dos assuntos em pauta, temas como a saúde e renda foram explanados pelos os membros do Comitê Mais IDH, formado por secretários de governo e dirigentes de obras. Participaram do encontro prefeitos, representantes de prefeituras, os presidentes dos sindicatos dos trabalhadores rurais, sociedade civil e a imprensa.

O governador falou da celeridade em relação a implantação das ações do Mais IDH nos municípios. “Nós estamos hoje apresentando aos gestores municipais e aos Sindicato dos trabalhadores Rurais e à sociedade civil desses municípios as propostas construídas pelos membros do comitê para uma avaliação. Ações imediatas, relativa ao analfabetismo, que impacta o IDH deverão ser tomadas imediatamente. Vamos começar imediatamente ações relativa as escolas de taipa, barracões e com estrutura de barro, que serão substituídas ainda este ano”, disse Flávio Dino.

 

Para o secretário de Direitos Humanos e Participação Popular do Estado, Francisco Gonçalves, a situação do Maranhão será revertida por meio do Mais IDH. “ Nós somos um Estado que cresceu o PIB, mas a população continua pobre.  Tanto que nós estamos dentre os menores IDH do Brasil. Para superar isso, é preciso repensar a matriz de desenvolvimento do Estado, mas é preciso também desenvolver um projeto com um conjunto de ações emergenciais e estruturantes nos municípios de menor IDH, e só será possível com o esforço conjunto do Governo do Estado, da União e com as prefeituras e a sociedade civil de cada município. Hoje estamos propondo aos prefeitos, aos representantes da sociedade civil um grande mutirão, um grande pacto político para reverter o IDH do Maranhão, melhorando a vida dos maranhenses”, avaliou

O município de Lagoa Grande, listado com o IDH em 0,502 é um dos beneficiados com o programa Mais IDH, “ O Maranhão ocupa o segundo pior IDH do Brasil, e esse gesto do governador Flávio Dino, em estar chamando os gestores, independentemente da situação partidária, é uma missão para desenvolver uma força tarefa. Eu fico feliz em estar aqui, e que em 2015, essas 30 prefeituras, contempladas inicialmente com o Mais IDH, sirvam de exemplo para os restantes dos municípios do Maranhão”, disse o prefeito Jorge Melo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *