Bares e restaurantes voltam a funcionar

A partir desta segunda-feira, 29, as medidas restritivas adotadas pelo Governo do Estado para conter o avanço do novo coronavírus no Maranhão ficam mais flexíveis.

Com o novo decreto, podem voltar a funcionar presencialmente os bares, restaurantes e similares com apenas 50% de sua capacidade e sem oferecer o serviço de música ao vivo. Festas e eventos de qualquer natureza permanecem proibidas.

Na rede privada de ensino, as aulas híbridas estão autorizadas. Na rede estadual de ensino o modelo permanece o remoto.

Segundo a nova medida, o funcionamento do comércio continua sendo das 9h às 21h.

O expediente presencial nas secretárias e órgãos do Estado continua suspenso por mais uma semana.

Roseana quer a presidência do MDB do Maranhão

A ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney, anunciou, em vídeo, que deseja concorrer à presidência do partido MDB no Maranhão e já se adiantou pedindo o apoio dos filiados.

Cotada como pré-candidata a deputada federal em 2022, Roseana deseja voltar a política e liderar seu partido a fim de eleger o maior número de deputados e assim fortalecer a legenda.

A ex-senadora também disse que a executiva estadual do MDB decidiu prorrogar o mandato do atual presidente João Alberto em dois meses, ou seja, até a realização das eleições.

Maranhão e outros estados do Nordeste irão adquirir a vacina Sputnik V

No último sábado (13), o governador Flávio Dino participou de reunião virtual dos governadores do Nordeste com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Os Estados do Nordeste possuem um compromisso com o Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF), que financia a fabricação da vacina Sputnik V, para adquirir 37 milhões de doses.

A intenção do Consórcio é ofertar as vacinas para o Plano Nacional do Vacinação (PNI), uma vez que os governadores defendem a manutenção dos princípios de equidade que regem o Sistema Único de Saúde (SUS).

Durante a reunião, ficou acertado que o Ministério da Saúde irá interveniar a compra das doses da vacina. O contrato deverá ser assinado pelos Estados nordestinos, Ministério da Saúde e RDIF na próxima quarta-feira (17).

Em coletiva, governador Flávio Dino faz panorama do coronavírus no Maranhão

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), realizou, nessa segunda-feira (08), coletiva de imprensa onde expôs o panorama da pandemia do novo coronavírus no Maranhão.

Segundo ele, os indicadores se agravaram desde a última coletiva e não pode afirmar que o pior já passou. Disse que devido a consequência do momento as próximas semanas serão desafiadoras.

Hoje o estado registra 223.489 casos confirmados desde o início da pandemia, com 5.275 óbitos.

Sobre as vacinas, Flávio Dino agradeceu aos prefeitos e prefeitas do Maranhão pelo empenho em agilizar as vacinações em seus municípios e atualizar o sistema. De acordo com dados, o índice saiu de 47 para 192 municípios com aplicação de vacina com mais de 60%. “Nós tivemos um avanço grande na aplicação de vacinas e na atualização do sistema de formação do programa nacional de imunização do Ministério da Saúde. Quero reconhecer esse avanço e vamos continuar lutando com as vacinas disponíveis e essa integração entre as três esferas do SUS é vital. Enalteço esse esforço das gestões municipais e vamos continuar trabalhando juntos para que a vacinação avance”, disse.

O chefe do executivo estadual ainda relatou que durante o fim de semana reforçou o expresso metropolitano. Foram 100 viagens a mais entre os dias 5 a 7 de março na Ilha de São Luís, com 12 ônibus adicionais.

Entre as ações e programas apresentados, Flávio apresentou o Programa Trabalho Jovem, com apoio financeiro à contratação de jovens, estágios e cursos de capacitação, quando as condições sanitárias permitirem. O programa visa garantir emprego e renda aos jovens maranhenses.

Prefeituras do Maranhão editam decretos com medidas mais rígidas para combater a Covid-19

Mais de 30 prefeituras do Maranhão editaram decretos com medidas de restrição para conter a expansão da Covid-19 no estado. A Famem tem orientado os prefeitos na edição dos decretos prosseguindo com a estratégia de enfrentamento da pandemia adotada desde os primeiros casos registrados no território maranhense e no país.

Os prefeitos estão levando em consideração as novas medidas adotadas pelo Governo do Estado do Maranhão para diminuição dos casos da Covid-19. Os indicadores crescentes da pandemia, inclusive com casos comprovados de nova variante com elevado grau de contágio, têm alertado os gestores. Diante do agravamento da pandemia e a eminência do colapso na rede de atendimento público e privada, a Famem editou a Recomendação nº. 004/2021, em 3 de março de 2021, orientando sobre medidas mais rígidas para prevenção e combate à doença.

Em Imperatriz, o prefeito Assis Ramos tem intensificado nos últimos dias as fiscalizações para conter a disseminação do novo coronavírus na cidade. A fiscalização ostensiva tem sido coordenada pela Secretaria Municipal de Governo e Projetos Estratégicas. A força tarefa conta com participação da Vigilância Sanitária, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Guarda Municipal, Secretarias de Planejamento Urbano, e de Meio Ambiente. Por medida de segurança, também foram restringidas visitas aos pacientes e permanência de acompanhantes em unidades hospitalares.

O prefeito José Farias de Castro foi um dos primeiros no estado a decretar medidas restritivas entre os 217 municípios do estado do Maranhão. No município de Brejo até o início de março deste ano, 945 casos confirmados de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Foram 26 os óbitos pela covid-19 na cidade no período de 12 meses.

Nesta sexta-feira, 5, o Diário Oficial dos Municípios, editado pela Famem, trouxe novos decretos seguindo a mesma direção dos já editados pelos prefeitos. Em Arame, o prefeito Pedro Fernandes baixou decreto suspendendo a autorização para realização de reuniões e eventos em geral e também das aulas presenciais em instituições de ensino públicas e privadas no âmbito do município.

Vocalistas da Banda Mesa de Bar sofrem acidente de carro no Maranhão

Os cantores Luan Costa e Luy Diego, da banda Mesa de Bar, se envolveram em um acidente no começo da manhã deste domingo (13) quando retornavam de um show na cidade de Matinha, a 194 km de São Luís.

Uma vaca atravessou a estrada e o carro atingiu em cheio o animal. O veículo ficou com a frente destruída. Mas os próprios cantores gravaram um vídeo ainda no local para mostrar que estava tudo bem com eles e todos os shows em cidades maranhenses estavam mantidos.

Membros do MBL soltam foguetes em frente ao Palácio dos Leões e viram chacota nas redes sociais

Os integrantes do Movimento Brasil Livre no Maranhão (MBL-Maranhão) foram comemorar a aprovação da reforma da previdência em frente ao Palácio dos Leões soltando foguetes.

O coordenador do MBL no Maranhão, Gustavo Sereno  disse que o governador “comunista” tenta ir contra o Brasil, mas eles lutaram indo à Península convencer as pessoas.

O perfil nacional do MBL fez questão de publicar o vídeo no seu perfil, que tem pouco mais de 460 mil seguidores. Nas respostas dos internautas, a maioria esmagadora criticou os membros do MBL, com palavras impublicáveis e outras muito bem humoradas.

Entre os comentários dos maranhenses, o fato de os membros do MBL terem ido lutar para convencer as pessoas da Península (região mais nobre da cidade) da necessidade da reforma da previdência foi a maior piada.

O protagonismo de Carlos Brandão em 2019

Para quem quase não ouviu falar o nome do vice-governador ao longo de todo o primeiro mandato do governador Flávio Dino, a diferença é gigantesca para um mês e meio do novo mandato do governador. Estrategicamente, Brandão emerge no momento certo.

O vice-governador, responsável por levar um grande partido – PSDB – para a coligação de Flávio Dino em 2014, se manteve atuando nos bastidores e na articulação do governo com empresariado e na atração de investimentos para o Estado. E justamente por deixar o governador brilhar se mantendo sempre leal, teve o empenho de Flávio para lhe manter como vice em 2018, quando partidos grandes brigaram intensamente pela vaga.

Agora, em 2019, Carlos Brandão assume nova postura. Percebe que o momento de se tornar mais conhecido e com mais musculatura política e eleitoral, passando por 2020.  Logo no começo do ano, Brandão assumiu o governo durante as férias de Flávio Dino e com intensa agenda de entregas e anúncios. Depois foi o vice-governador que leu a mensagem de abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa.

Brandão terá papel de destaque nas 40 maiores obras que o governo pretende entregar entre 2019-2020, aparecendo muito mais para muitos municípios. O primeiro foi neste final de semana em Paço do Lumiar, cidade comandada por um grande aliado do vice-governador, o prefeito Domingos Dutra.

Em Paço do Lumiar, Flávio e Brandão entregaram ao lado de Dutra títulos de terras e anunciaram mais asfaltamento para o município.

Com a boa articulação de quem se movimenta bem na direita e na esquerda, entre comunistas e abandonados pelo sarneyzismo, Brandão vai se concretizando agora eleitoralmente para 2022.

Alumar garante que com sistema de alívio de pressão e três barreiras de proteção, seu depósito é seguro

O Consórcio de Alumínio do Maranhão – Alumar – emitiu comunicado para se posicionar sobre o depósito de resíduos de bauxita que fica no Distrito Industrial de São Luís. A empresa garante que possui um sistema com modernas tecnologias que asseguram segurança para as comunidades vizinhas e o meio ambiente.

Confira o comunicado:

“O Consórcio de Alumínio do Maranhão – Alumar – formado pelas empresas Alcoa, Rio Tinto e South32 opera dentro dos mais altos padrões internacionais. Trabalhamos alinhados às várias agências ambientais e regulatórias, incluindo as Secretarias do Meio Ambiente no sentido de garantir excelência operacional e evitar riscos.

A Alumar foi planejada e implantada com modernas tecnologias e mantém o seu sistema em conformidade com as suas políticas de saúde, segurança e meio ambiente.

Sobre as ARBs

As Áreas de Resíduos de Bauxita nascem de minuciosos projetos de engenharia e são construídas com alto controle de qualidade, a fim de garantir a sua operacionalização, sem oferecer riscos.

O ciclo de vida das ARBs envolve projeto, construção, operação e reabilitação. Todas as etapas passam por processo de monitoramento, para garantir a integridade estrutural das áreas.

As ARBs são áreas especialmente construídas para a atividade de disposição do resíduo alcalino oriundo do processo de refinamento da bauxita, minério de cor avermelhada, para obtenção de Alumina, e são dimensionadas com base na produção da Refinaria, na geração de resíduo e no balanço hídrico da planta. Atualmente, a produção de Alumina é de 3,7 milhões de toneladas por ano.

As ARBs são formadas pelos Sistema de Contenção, Sistema de Impermeabilização e Sistema de Drenagem de Fundo. Este método construtivo não utiliza o próprio resíduo como material de construção e sim o solo local, conforme investigação geotécnica realizada para a implantação de cada área. Tais diques possuem altura máxima de 25 m.

Todas as ARBs possuem a parte interna (taludes e fundo)  impermeabilizados com sistema composto por três barreiras de proteção.

Adicionalmente, um fator muito relevante é a presença de sistemas de drenagem de fundo, cuja função é aliviar a pressão hidrostática no interior das áreas.Tal pressão é monitorada através de piezômetros elétricos.

A Alumar possui sete áreas de Disposição de Resíduos de Bauxita. E destas, três já foram fechadas e reabilitadas.

Aplicando os melhores recursos tecnológicos e as mais rigorosas normas de engenharia do mundo, a Alumar, em parceria com a UFMA, tem desenvolvido pesquisas para a transformação sustentável do resíduo”.

Flávio emite decreto reduzindo locação de veículos e adotando uso de Uber e táxi no governo

Governo aperta o cinto e secretários deverão andar de Uber e táxi

O governador Flávio Dino emitiu decreto com uma série de redução de despesas visando a economia da máquina pública. O principal item da redução diz respeito aos carros alugados pelo governo do Estado. O objetivo é reduzir drasticamente adotando, inclusive, o uso de táxi e Uber ou serviços de transporte por meio de aplicativo similares.

Os contratos de locação de veículos de todas as secretarias deverão obrigatoriamente ser revistos com as rescisões ou aditivos para retirada de itens e redução do valor total em um prazo de 30 dias.

O decreto suspende novas passagens aéreas a servidores entre 1º de dezembro deste ano e 15 de março de 2019.

Na fundamentação, Flávio fala da grave crise econômica, que já tirou mais R$ 1,5 bilhão de repasses para o Maranhão, além dos empréstimos que Roseana Sarney contraiu com bancos estrangeiros, que, com a alta do dólar, ficaram ainda mais onerosos.