PAM Diamante sete meses após a reforma que durou cinco anos

Foto 1 Hospital Pam Diamante foto Geraldo Furtado

Grande festa de inauguração do Pam Diamante contrasta com realidade

Uma reforma que durou quase cinco anos, contou com inúmeros aditivos ao contrato e custou R$ 13,7 milhões aos cofres do Estado do Maranhão. Com esta longa reforma, era esperado um hospital “Padrão Fifa” para os maranhenses. Mas com apenas sete meses após a entrega, o que os auditores constataram no local foram as péssimas condições com relação à estrutura física.O banheiro interditado porque o sistema hidráulico foi mal dimensionado e causou refluxo. Barra de ferro assentada com ferrugem, indicando que não foi trocada durante a reforma. Danos no forro em vários pontos, causados por infiltrações no telhado, que não foi trocado. A visita da auditoria foi realizada em abril deste ano e a entrega feita com pompa por Roseana Sarney foi no final de setembro (relembre).

A auditoria revelou desvio de pelo menos R$ 2 milhões na reforma.

Barra com base  totalmente enferrujada. Não foi trocada na reforma.

Barra com base totalmente enferrujada. Não foi trocada na reforma.

Banheiro interditado. Por causa da má instalação hidráulica, está tendo refluxo.

Banheiro interditado. Por causa da má instalação hidráulica, está tendo refluxo.

Falhas no telhado que não foi trocado na reforma causaram danos no forro em diversos pontos do Hospital.

Falhas no telhado que não foi trocado na reforma causaram danos no forro em diversos pontos do Hospital.

IMG-20150721-WA0027_resizedIMG-20150721-WA0026_resized

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *