Saúde: Funcionários que eram do ICN serão contratados pela Emserh

marcospachecoO secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, anunciou que todos os funcionários que prestam serviços nas unidades de saúde que eram do Instituto Cidadania e Natureza (ICN) devem continuar em seus postos de trabalho. “Todos os funcionários do ICN podem continuar trabalhando normalmente, não deixaremos a saúde parar de jeito nenhum. Vamos iniciar o processo de contratação dos funcionários do ICN pela Emserh, imediatamente”, explica Marcos Pacheco.

Em decorrência da operação da Polícia Federal (PF) “Sermão aos Peixes”, por determinação judicial, a SES rescindiu o contrato de gestão com o ICN, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) que ganhou concorrência pública para a gestão de algumas unidades da rede estadual de saúde.

Sendo assim, desde a última terça-feira (17), a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) passou a assumir todos os funcionários das unidades que possuíam contrato com o ICN.

Mas já está autorizado seletivo de 7.902 vagas da Emserh.

2 pensou em “Saúde: Funcionários que eram do ICN serão contratados pela Emserh

  1. e como ficará o fgts e os 40%? como ficará as férias? como ficará o salario atrasado mês de novembro e o decimo terceiro? a nova empresa não quer pagar o salario de novembro e nem o decimo e a mesma disse que é de responsabilidade do governo, como a policia determina cancelar o contrato sem antes pensar no meio mundo de funcionários da empresa??? palhaçada dessa desorganizada policia e desse governo incompetente como sempre. Kd os direitos de nós trabalhadores de carteira assinada?????

  2. eu sou uma das funcionaria do hospital regional de imperatriz que nao recebi meu decimo.e ate agora nada de acertarem os nossos meses trabalhados pela icn.agente pergunta e niguem sabe dizer nada isto é muito constragedor..somos profissionais e exigimos sermos orientado e sermos pago..ate agora niguem fez reuniao com agente pra dizer nada..indignada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *