Liderança de Edivaldo acaba com possibilidade de pacto Wellington – Eliziane

elizianewellingtonUm amigo especialista em marketing político-eleitoral chamou atenção para um detalhe sobre o fato do prefeito Edivaldo ter chegado à liderança na corrida sucessória em São Luís: o fim da possibilidade de pacto de não agressão entre Eliziane Gama e Wellington do Curso.

Todas as pesquisas de todos os institutos vinham demonstrando tendência de queda de Eliziane e crescimento de Edivaldo Holanda Júnior e Wellington do Curso. Até que o que parecia inevitável aconteceu neste final de semana com a pesquisa Econométrica, quando o prefeito assumiu a liderança.

Fica claro que com a tendência de crescimento e estabilidade de Edivaldo, é cada vez mais difícil imaginar que estará fora de um provável segundo turno. Eliziane está cada vez mais ameaçada de perder vaga no segundo turno com o crescimento do dono do curso Wellington.

Como imaginar pacto entre Wellington e Eliziane para bater única e exclusivamente em Edivaldo? Tática suicida. Se Eliziane quiser continuar no páreo, terá que frear o crescimento do seu maior rival hoje na disputa (que não é mais Edivaldo). Da mesma forma Wellington deve mirar em sua principal adversária a ser ultrapassada. Já que as pesquisas apontam que ele venceria os dois adversários no segundo turno, o mais importante para ele hoje é estar no segundo turno. para tal, tem que tirar Eliziane da disputa.

Cenário deve ser confirmado

Para alguns céticos em relação à pesquisa Econométrica sobre a liderança de Edivaldo na disputa em São Luís, a “prova dos 9” será no domingo (31), quando está prevista a divulgação de pesquisa do Instituto DataM, um dos que mais acerta no Maranhão. Com a confirmação (ou não) por um instituto com a credibilidade do DataM, teremos o cenário bem claro, e as estratégias deverão mudar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.