Eliziane afirma que Congresso vai trabalhar para derrubar veto ao projeto sobre pobreza menstrual

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) afirmou que o Congresso Nacional vai trabalhar para derrubar o vetor ao projeto de pobreza menstrual.

Em alusão ao Dia Internacional da Mulher, comemorado neste 8 de março, as bancadas de parlamentares mulheres da Câmara e do Senado apresentaram ao presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) uma lista de pautas que, defendem, sejam considerados prioritárias para análise em março. Entre eles está o veto do presidente Jair Bolsonaro ao projeto de combate à pobreza menstrual (PL nº 4.968/19) que pretendia a distribuição gratuita de absorventes a mulheres em situação de vulnerabilidade, detentas e estudantes de baixa renda de escolas públicas.

A pobreza menstrual é uma classificação usada para descrever a situação de quem sofre com a falta de acesso a recursos e conhecimento para cuidar de si durante a menstruação. Números trazidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) dão conta de que no Brasil, 25% das meninas entre 12 e 19 anos já deixaram de ir à escola por não terem absorvente para usar. Outro número apresentado pela Unicef mostra que, em todo o mundo, mais de 60% das jovens não são informadas sobre o ciclo menstrual, o que pode acarretar traumas e problemas de saúde ou mesmo gravidez precoce.

Nas pautas, constam como matérias que merecem atenção, como o PL 36/2021 da senadora Eliziane assegurando a participação de pelo menos dois membros da Bancada Feminina nas Comissões Permanentes e Temporárias.

A senadora atuou, com destaque, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, em 2021. Entretanto, o direito de fala dela e das outras senadoras só foi autorizado por após intensa articulação da bancada feminina no Senado. Isso porque, entre os escolhidos para ocupar cadeiras no colegiado, não havia uma mulher sequer.

Senadora Eliziane é eleita coordenadora da bancada feminina no Congresso

A senadora maranhense Eliziane Gama (Rede) tem se destacado a cada dia no Senado Federal. Além do seu trabalho nas comissões, ela tem uma articulação exemplar com os colegas parlamentares.

Nesta quarta-feira (09), Eliziane foi eleita entre os seus pares para coordenar a Bancada Feminina no Senado Federal.

A Bancada é composta pelas Senadoras Leila Barros (Procuradora Especial da Mulher do Senado Federal); Daniella Ribeiro; Eliziane Gama; Kátia Abreu; Rose de Freitas; Mailza Gomes; Mara Gabrilli; Maria do Carmo Alves; Nilda Gondim; Simone Tebet; Soraya Thronicke; Zenaide Maia e Eliane Nogueira.

Eliziane Gama pode ser candidata a vice-presidente na chapa de Doria

Segundo a CNN, a senadora maranhense Eliziane Gama foi apresentada como alternativa do Cidadania para ser vice de Doria. Isso pode acontecer com a oficialização de uma federação entre o Cidadania e o PSDB.

A senadora Eliziane Gama se reuniu, nesta quinta-feira (3), com o governador paulista, João Doria (PSDB), no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

O encontro foi marcado para tratar de temas relacionados à vacinação infantil. A senadora pelo Maranhão ganhou popularidade durante a CPI da Pandemia.

Segundo integrantes dos partidos ouvidos pela reportagem, a reunião também serviu para apresentar a senadora como possível candidata à vice-presidência da República, caso Doria seja escolhido como cabeça da chapa.

Conforme as fontes ouvidas pela reportagem, o governador paulista gostou da sugestão. Oficialmente, Doria não se manifestou. Procurado, o presidente do Cidadania, Roberto Freire, não confirmou a oferta, mas disse que, caso ela se concretize, seria algo positivo para o seu partido.

Uma possível federação entre o PSDB e o Cidadania ganhou força na semana passada. Contudo, o Cidadania também negocia federação com o Podemos, que tem como pré-candidato o ex-juiz Sergio Moro, e o PDT, do ex-governador Ciro Gomes.

Na última terça-feira (1), após reunião da Executiva Nacional da legenda, ficou definido que a decisão final será tomada na reunião do Diretório Nacional do Cidadania, do dia 15 de fevereiro.

Já em relação ao PSDB, nesta quarta-feira (2), os tucanos anunciaram que abriram conversas com o MDB para a criação de uma federação entre as legendas.

A federação é um mecanismo novo nas eleições brasileiras, que permite a partidos unirem forças no cálculo do quociente eleitoral e a somarem tempo de TV. É um modelo parecido com o das coligações, com a diferença de que os partidos que fecharem acordo agora terão, obrigatoriamente, a ficar juntos pelos próximos quatro anos.

Doria declarou que ficou feliz e honrado com a proposta. “É uma pessoa com dimensão para fazer esse pleito. E tem o apoio de uma parcela considerável do Cidadania”, disse o governador.

Ele lembrou que o senador Alessandro Vieira, do Cidadania, também busca se viabilizar como pré-candidato. “Mas a figura da senadora, até pelo fato de, agregando ao seu histórico, à sua biografia, o fato de ser uma mulher contundente na sua posição na defesa dos pontos que ela prioriza: educação, a democracia e a saúde. Portanto, um bom nome”.

Bandidos tentam dar golpe usando nome da Senadora Eliziane Gama

A assessoria da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) divulgou, nesta segunda-feira, nota pública informando que a parlamentar está sendo vítima de golpe por criminosos.

Segundo o alerta, o golpista se passa por sua assessoria ligando e enviando mensagens para gabinetes e prefeituras usando a imagem da senadora.

“Alertamos a todos que o mandato da senadora não promove nenhum tipo de doação, intermediação, solicitação de bens, serviços ou dinheiro de qualquer espécie”, diz trecho da nota.

“Informamos que a senadora Eliziane Gama está sendo vítima de criminosos que se passam por sua assessoria na tentativa de aplicar golpes em seus contatos.

O golpista está ligando ou enviando mensagens para os gabinetes e prefeituras usando a imagem da parlamentar.

Alertamos a todos que o mandato da senadora não promove nenhum tipo de doação, intermediação, solicitação de bens, serviços ou dinheiro de qualquer espécie.

ALERTAMOS para que não repassem dados pessoais, senhas, depósitos ou informações de qualquer espécie.

A senadora já registrou o boletim de ocorrência, tomou as medidas legais e informou a Polícia Legislativa sobre o ocorrido.

Atenciosamente,

Equipe da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA)”

Eliziane Gama aprova plano de trabalho para a COP-26

Nesta quarta-feira (11), a Comissão do Meio Ambiente do Senado (CMA) aprovou o plano de trabalho da COP-26 apresentado pela senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA).

O plano tem o objetivo de avaliar a política climática executada pelo governo federal, com ênfase nas políticas de prevenção e controle de desmatamentos e queimadas nos biomas Amazônia, Cerrado e Pantanal. O objetivo também é identificar falhas, omissões e propor recomendações.

Pela proposta, serão realizadas sete audiências públicas entre 20 de agosto a 17 de setembro de 2021 que embasarão o relatório final que será apresentado no evento em Glasgow, na Escócia, no período de 31 de outubro a 12 de novembro.

Em reunião na residência oficial do presidente do Senado, também nesta quarta (11), Rodrigo Pacheco (DEM-MG) definiu que a Lei Geral do Licenciamento Ambiental (PL 2.159/2021) e o projeto de lei da Grilagem (PL 2.633/2020) vão tramitar na CMA e na CRA (Comissão de Agricultura Reforma Agrária) para só depois serem pautadas no plenário.

Para a senadora Eliziane, que estava presente na reunião, a decisão de Rodrigo Pacheco traz um alívio. “É muito bom saber que teremos mais tempo para discutir matérias tão importantes e complexas nas comissões. Precisamos nos atentar aos detalhes para não prejudicar ainda mais o meio ambiente tão castigado pelas políticas públicas brasileiras nos últimos tempos”, declarou a parlamentar.

Senadora Eliziane Gama fará parte do G7 da CPI da Covid

O chamado G7, grupo de parlamentares independentes e de oposição na CPI da Covid-19, contará a partir de agora com a participação da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA).

Além de contemplar a bancada feminina do Senado, a participação de Eliziane Gama é vista como um importante reforço ao G7, já que ela tem se destacado durante os depoimentos. Entre os senadores do G7, estão Omar Aziz (PSD-AM), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Renan Calheiros (MDB-AL), Otto Alencar (PSD-BA) e Humberto Costa (PT-PE). O Antagonista

Não queriam a voz das mulheres na CPI, diz senadora Eliziane Gama

Protagonista dos principais bate-bocas na primeira semana de CPI da Covid, a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) avalia que a comissão caminha para chegar a constatações comprometedoras para o governo de Jair Bolsonaro. Após os três primeiros depoimentos, ela vê evidências de que o presidente prestigiou posições políticas e ideológicas na condução da pandemia.

Embora não seja integrante formal da CPI da Covid, Eliziane se envolveu em alguns dos debates mais acalorados que marcaram o início dos trabalhos. Ela classificou como “machista” uma insinuação do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente, de que as parlamentares estavam desinteressadas na comissão.

Coube a Eliziane liderar a reação à tentativa de aliados do governo de romper o acordo que garantiu às mulheres o direito de se manifestar na parte inicial das reuniões. “Muitos parlamentares da base estão emocionalmente abalados”, disse ela ao Estadão. “Não queriam a voz das mulheres na CPI.”

Eliziane Gama reforça compromisso na luta contra o coronavírus

A senadora Eliziane Gama (Cidadania) esteve, nesta terça-feira (13), no Palácio dos Leões, para se reunir com o governador Flávio Dino (PCdoB). Na ocasião, ela reforçou que está ao lado do governo estadual no combate à pandemia e que viabilizará recursos para fortalecer as ações na área.

“O governo do Maranhão tem se notabilizado como o estado com menor taxa de mortes por Covid-19 no Brasil. Isso representa as ações fortes que o governo do estado está fazendo; nós apoiamos e viemos aqui reafirmar esse compromisso, além de ampliar esse apoio buscando recursos para o fortalecimento dessas políticas no estado”, declarou a senadora.

Segundo o boletim divulgado no dia 12 de abril, pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), são 250.868 casos do novo coronavírus confirmados no Maranhão, sendo 226.812 recuperados, 17.455 pessoas atualmente infectadas pela doença, além de 6.601 óbitos.

2022: Escutec também aponta liderança de Weverton dentro do grupo de Dino

Neste sábado, 27, o Jornal O Estado do Maranhão divulgou uma Pesquisa Escutec sobre as eleições de 2022.

Os números colocam a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) e o senador Weverton Rocha (PDT) na liderança.

O parlamentar fica em situação de destaque dentro do grupo de Flávio Dino, uma vez que Roseana já deixou claro que pretende concorrer a um cargo proporcional.

No primeiro cenário, estimulado, com doze nomes:

Roseana – 23%
Weverton – 14%;
Edivaldo Holanda Júnior – 13%
Carlos Brandão – 9%
Roberto Rocha – 8%
Eliziane Gama – 3%
Wellington do Curso – 3%
Simplício Araújo – 2%

Os demais nomes: deputado federal licenciado Márcio Jerry; o prefeito Lahesio Bonfim (São Pedro dos Crentes); o deputado federal Josimar de Maranhãozinho e o secretário estadual de Educação, Felipe Camarão, pontuaram com 1%, cada. Nenhum dos candidatos 8% e 13% não souberam ou não responderam.

No segundo cenário, estimulado, no qual são apresentados:

Roseana – 29%
Weverton – 20%
Brandão – 12%
Rocha – 11%
Nenhum deles – 18%
NS/NR – 10%

No terceiro cenário, no qual são citados apenas os nomes de Weverton, Brandão e RR.

Weverton 25%,
Brandão 15%
Rocha 13%.
Nenhum deles 30%
NS/NR 17%

Senado

O levantamento também mensurou a preferência do eleitorado em relação a única vaga para o Senado que estará em disputa.

Flávio Dino – 51%
Roberto Rocha – 21%
Josimar de Maranhãozinho – 8%.
Nenhum deles – 15%.

Presidente

Luiz Inácio Lula da Silva – 54%
Jair Bolsonaro – 20%
Ciro Gomes – 7%
Sérgio Moro – 3%
João Dória – 2%
Luciano Huck – 2%
João Amoedo – 2%
Eduardo Leite – 1%
Nenhum deles – 5%

A pesquisa Escutec foi realizado no período compreendido entre os dias 20 a 25 deste mês. Foram ouvidos 1.400 eleitores. A margem de erro é de 2%, para mais ou para menos, e possui nível de confiabilidade de 90%.

Eliziane Gama conversa com entidades sindicais para elaborar sua proposta de plataforma ao Senado

Com o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Isaías Castelo Branco

A deputada federal e pré-candidata ao Senado, Eliziane Gama (PPS), iniciou, nesta segunda-feira (12), rodada de conversa com entidades para elaborar sua proposta de plataforma parlamentar.

“Iniciei esta sequência de conversas para continuar dando o apoio necessário às classes trabalhadoras como parlamentar na Câmara. É importante sempre dialogar e fortalecer laços de luta com os trabalhadores, pois estes são a base de desenvolvimento do país”, afirmou Eliziane Gama.

Ainda nas próximas semanas, a deputada irá se reunir com todos os trabalhadores que foram representados nas reuniões desta segunda-feira. Eliziane recebeu representantes dos sindicatos dos Rodoviários, Isaías Castelo Branco; dos Bombeiros Civis do Maranhão, Iomar Santos, e dos Técnicos de Segurança do Trabalho, Wallace Goveia.

Com o Presidente do Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho, Wallace

Sempre apoiadora dos projetos que beneficiam a classe trabalhadora, a deputada ouviu as propostas de apoio aos projetos de lei em prol dos bombeiros civis, dos rodoviários e dos técnicos em segurança do trabalho.

O presidente do Sindicato dos Técnicos em Segurança do Trabalho, Wallace Goveia, destacou a conversa: “Tivemos uma reunião muito boa e juntos vamos buscar apoio para fortalecer a nossa categoria”.

Já o presidente do Sindicato dos Bombeiros Civis, Iomar Santos, ressaltou o histórico de luta da deputada ao lado dos trabalhadores: “Buscamos o apoio da deputada nos projetos que regulamentam os benefícios à categoria, por ela ser sempre muito atuante como parlamentar e como apoiadora das bases trabalhadoras”.

Também dialogou com o Presidente do Sindicato dos Bombeiros Cíveis, Iomar Santos