Dutra adverte sobre poderes de militares no governo Temer

Blog do Jorge Vieira – O prefeito de Paço do Lumiar, ex-deputado Domingos Dutra, adverte que os democratas brasileiros devem prestar atenção nos movimentos políticos de presidente Temer. “Este golpista abandonou sem explicação a reforma da previdência, que considerava essencial para salvar o Brasil é de repente passou a priorizar a segurança pública, colocando as Forças Armadas no lugar do governo do Rio de Janeiro, criando um ministério de segurança pública, esvaziando o Ministério da Justiça e colocando um militar no Ministério da Defesa, contrariando a Constituição que obriga ter neste ministério que congrega as Forças Armadas um civil”.

Segundo Dutra, “combater a violência comum, o crime organizado, controlar o sistema carcerário, endurecer a legislação penal e garantir a segurança das pessoas sempre foi um anseio dos brasileiros. Portanto, as medidas de Temer, se surgirem efeitos lhe tirarão do inferno da impopularidade e lhe estimularão a peripécias perigosas para nossa nascente e fragil democracia”.

Na avaliação do prefeito de Paço do Lumiar “Temer é um político frio, calculista, habilitado, ambicioso e vingativo. Com sua habilidade conseguiu unir todas as alas criminosas do PMDB, de Eduardo Cunha a Renan, passando por Sarney, Juca e companhia. Com isto conseguiu ser vice de Dilma. Com sua frieza e articulacao conseguiu golpear Dilma, arrancando-lhe o mandato sem que a mesma tenha cometido um único crime e se mantém na Presidência da Republica com o apoio da maioria dos deputados, embora acusado é denunciado como Chefe de Quadrilha pela Procuradora Geral da República”.

Conforme Dutra, “as Forças Armadas, após a redemocratizacao desfrutam de boa avaliação da opinião pública. Se obtém êxito na intervenção no Rio e diante dos elevados índices de corrupção no País e da falta de lideranças na disputa presidencial, já que o próprio Temer articula a prisão de Lula, estimuladas por Temer as Forças Armadas podem sentir legitimadas a aventuras de retomada do poder, mantendo Temer na presidência”.

Domingos Dutra observa que “convém chamar a atenção, que Temer tem menos de 9 meses de imunidade. Após deixar a Presidência da República o seu destino será a cadeia, pois já foi incluído na Lava-jato e as denúncias que lhe enquadram como Chefe de Quadrilha seguirão para Sérgio Moura. Portanto, vamos prestar a atenção nos movimentos do golpista Michel Temer e seus seguidores.

2 pensou em “Dutra adverte sobre poderes de militares no governo Temer

  1. O prefeito Domingos Dutra tem toda razão.

    Esta não é meramente uma intervenção federal decretada para combater o crime no RJ, mas um primeiro passo para uma intervenção federal em todo o país, o que suprimiria as eleições presidenciais deste ano e manteria no poder Temer e seu bando !!

    Parece ser este o plano do grupo político que assaltou o Poder: criar um clima de pânico e instabilidade crítica a fim de legitimar uma intervenção militar mais abrangente, que inclua todas as capitais, para assim permanecer no Poder sem o voto popular, suspendendo-se as eleições populares.

    É como se estivessem voltando a nós os fantasmas de um passado recente, protagonistas de um regime totalitário e sanguinário que durou 21 anos, resultando na morte, tortura e desaparecimento de milhares de brasileiros, entre eles, estudantes, jornalistas, artistas e intelectuais, que bravamente lutaram contra a tirania nefasta dos generais nos “anos de chumbo”. Um período de trevas e dor para o país, que começa a se desenhar outra vez no Brasil.

    “A história se repete como farsa”, e cá estamos nós mais uma vez prestes a ingressar em um novo período de tormento, retrocesso e incertezas, marcado que poderá ser por dias ainda mais difíceis e sombrios para o povo brasileiro, com graves restrições de direitos civis, políticos e sociais à população.

    A democracia só se realiza de forma plena quando o povo está no comando. Mas pelo visto – Temer e seu bando – pretendem suspender as eleições presidenciais que se avizinham para se perpetuarem no poder sem o voto do povo nas urnas, o que seria, como de fato está sendo, um verdadeiro desastre para o país.

  2. Os 2 açougueiros bregões e milionários (em 2017 “fugiram” pra Nova York com 1 ou 2 mãozinhas do Sr. JANOT — o petista formado da UFMG), têm gosto estético barango tipicamente de PETISTA e próprio & adequado ao petismo Kitsch. Apesar de que ambos são capitalistas bilionários e o PT é esquerdalha [portanto, contra ideologicamente o Capitalismo], os 2 açougueiros Joesley e o PT são próximos e se ajudaram no Projeto Barango, Kitsch, Cafona e Brega do petismo e do Partido dos Trabalhadores. Parece 1 paradoxo, mas não é. Ambos adoram e veneram a estética criada durante a era lula-dilmista:
    a saber: o sertanejo-universitário. Tanto o PT quanto os irmãos açougueiros. (Exatamente semelhante a bolsonaritas, em suas atitudes toscas, gostos barangos e comentários de ASNOS).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.